Entre pro time

Inter

Os nomes cotados para novo técnico do Inter

Publicado

em

Reprodução

Começo dizendo que eu não sei quem vai ser o novo técnico do Inter. Arrisco dizer que nem o presidente do Inter sabe ainda quem ele vai contratar.

Então, o que me propus a fazer aqui é um resumo dos principais nomes pra você entender o cenário que se apresenta no momento. Vamos lá:

  • Coudet seria um dos principais nomes se fosse possível. O presidente Alessandro e ele ficaram amigos após sua saída. Tanto que quando Alessandro ganhou a eleição Coudet colocou uma foto deles no whatsapp. Uma pequena prova da ótima relação. Só que para por aí, além de ter contrato de mais um ano e multa alta, o argentino tá fazendo uma campanha excelente pro nível do Celta. O cara tá conseguindo abrir portas na Europa. Não tem o porquê voltar agora pro futebol brasileiro.
  • Mesmo que tenha sido até anunciado pelo Lugano, Abel Braga ainda não foi pra Suíça por conta do visto de trabalho. E, por incrível que pareça, se ligarem pra ele, o Abelão tá louco pra voltar e daria um jeito. Ele tem certeza que pode ser campeão com esse elenco. Agora, é quase impossível que essa ligação vá acontecer. Na sua saída, o treinador falou na frente de todos no vestiário que ficou isolado pela direção e que não foi comunicado que já tinha um treinador contratado. Fora isso, seria admitir ainda mais que demitira o Abel foi um erro. Não creio que a direção faria isso.
  • Lisca é um nome mais possível. Isso porque ele sabe fazer o jogo de posição que a direção pretendia ver com Miguel e também porque o Lisca quer muito vir. O seu empresário tenta trabalhar o nome junto aos dirigentes e uma liberação do América-MG não é difícil, a multa é baixa, R$ 400 mil. Na imprensa de Minas, me disseram que faz pelo menos duas semanas que ele “jogou a toalha” no time de BH, que não consegue tirar mais nada. Contra ele, existe uma má relação com o vice de futebol João Patrício Herrmann que pode afetar nesta contratação.
  • Diego Aguirre e Maurício Barbieri correm por fora. Quando falo correm por fora, coloco eles como caras que podem se enquadrar na ideia dos dirigentes. Aguirre porque joga ofensivo, que é uma promessa de campanha da gestão. Já o Barbieri sabe fazer o jogo de posição tentado aqui pelo Miguel Ramírez. Qualquer um tem sua contratação facilitada. Mesmo que o Barbieri tenha contrato com o Bragantino, não acho difícil uma liberação.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque