Entre pro time

Grêmio

Veja quanto o Grêmio vai lucrar com a venda do Dudu pelo Palmeiras

Publicado

em

Cesar Greco/Palmeiras

O Palmeiras está perto de vender o atacante Dudu, 28 anos, para o Al Duhail, do Catar, por 13 milhões de euros (R$ 79 milhões) e mais bonificações que fariam a negociação chegar nos 15 milhões de euros.

E, como passou pelo Grêmio em 2014, quando tinha 22 anos, o Tricolor tem direito a 0,5% do direito de formação dele garantido pela FIFA. Em uma negociação de R$ 79 milhões, (só vale pro valor fixo) estamos falando em R$ 400 mil para a conta gremista.

Pode não ser um valor tão alto, mas sempre ajuda a compor as finanças. Ainda mais por um jogador que passou emprestado por aqui.


Dudu passou só um ano aqui, mas vai deixar R$ 400 mil na conta do Grêmio – Lucas Uebel/Grêmio

Dudu foi uma contratação do então executivo Rui Costa, que convenceu os dirigentes que vali a pena apostar, mesmo com ele sendo taxado “baixinho” por outros dirigentes.

Em entrevista no ano passado para a Rádio Gaúcha, Rui falou sobre essa contratação:

“Ele chegou ao Grêmio como um atleta muito rápido e com um repertório muito grande de dribles. Apesar da pouca altura, ele protegia muito bem a bola. Vimos que aquele atleta pequeno não caía. Mas ele tinha uma dificuldade no arremate. O Enderson identificou isso e o Felipão trabalhou isso também. No Palmeiras, percebo uma evolução física muito grande. E ele agrega hoje no seu repertório exatamente aquilo que faltava, que é o arremate. E também a ousadia de entrar mais na área e a técnica de bater na bola. Aí ele se transformou no grande jogador que é. Hoje, o Dudu é um jogador completo. Poderia estar, sem dúvida alguma, em um clube europeu de ponta.”

  • Dudu veio pra cá emprestado pelo Dínamo de Kiev, da Ucrânia. Para ficar com ele, o Grêmio tinha que pagar 6 milhões de euros. Era a cláusula do contrato. Como não tinha essa grana, ele foi parar no Palmeiras, que bancou 3 milhões de euros por 50% dele, em 2015. Depois, os paulistas ainda tiveram que comprar os outros 50% dele por mais 3 milhões de euros, na metade de 2016.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque