Entre pro time

Grêmio

Os milhões que o Grêmio terá que pagar para os jogadores nas próximas duas temporadas

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

A direção do Grêmio anunciou um novo acordo com os jogadores. Este é o segundo desde a parada.

Basicamente ficou assim:

  • De abril até junho, eles não receberam o direito de imagem, que corresponde a 40% da remuneração total.
  • De Julho até setembro, nesta segunda renegociação, eles não vão receber os 40% da imagem e mais 15% do salário da carteira. Ou seja, um total de 55% nestes três meses.

Jogadores ganharão apenas 45% do salário até setembro – Lucas Uebel/Grêmio


Bom, como nós sabemos que a folha salarial está em R$ 12 milhões no total, isso significa que:

  • Nos três primeiros meses (abril até junho), o clube pagou apenas R$ 7,2 milhões e deixou de pagar R$ 4,8 milhões em cada um dos meses. Acumulando uma divida de R$ 14,4 milhões com o grupo neste período.
  • Nos próximos três meses (julho até setembro) o clube pagará apenas R$ 5,4 milhões e deixará de pagar R$ 6,6 milhões em cada um dos meses. Acumulará uma dívida de R$ 19,8 milhões com o grupo neste período.

Somando os descontos dos dois meses, chegamos a conta de R$ 34,2 milhões. Este será o valor que ficará em aberto com o grupo durante estes seis meses de renegociação salarial.

Estes R$ 34,2 milhões serão quitados em 24 parcelas mensais, começando em janeiro de 2021 e terminando em dezembro de 2022.

Fazendo uma conta simples, nas próximas duas temporadas, além da folha salarial normal,  o Grêmio gastará mais R$ 1,4 milhão todos os meses para quitar essa  “dívida” que ficou com o elenco.

Mas aqui tem algumas considerações importantes:

  • Tudo isso pode mudar se o Grêmio conseguir fazer boas vendas nesta ou na próxima janela. Se entrar uma boa grana, daria pra antecipar o pagamento e aliviar o fluxo de caixa das próximas duas temporadas. Não tem como prever o futuro, mas eu diria até que é isso que Romildo planeja fazer.
  • Se não conseguirem estas vendas, é bem provável que, em 2021, o presidente Romildo se veja obrigado a reduzir o investimento na folha salarial, caindo de R$ 12 milhões para R$ 10 milhões.
  • Eu mesmo ouvi ele dizer que gostaria de ter reduzido já nesta temporada. Só que os negócios foram acontecendo e os dirigentes bancaram a folha alta mais uma vez porque avaliam que esse elenco atual é superior ao dos outros anos. Vamos ver como ficará em 2021.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque