Entre pro time

Grêmio

Grêmio detalha acordo para adiamento do salário do grupo de jogadores

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

Em nota oficial, a direção gremista confirmou a informação que a imprensa estava trabalhando sobre a renegociação do salário do grupo de jogadores e comissão técnica.

A expressão usada na nota foi a mesma utilizada nas conversas em off com os repórteres: diferimento. Segundo o dicionário, diferimento significa “adiamento, demora”.

Somando os 20% de desconto do salário na carteira e mais os direitos de imagem, o elenco vai abrir mão de 55% do que tem direito a receber durante os meses de abril até setembro. Mas esse valor não será perdido, apenas será reprogramado até ser pago em 24 prestações durante janeiro de 2021 até dezembro de 2022.


A folha salarial gremista está na casa dos R$ 12 milhões por mês. Se retirar 55%, ainda sobra quase R$ 5,5 milhões. Esta será a quantia que a direção tricolor precisará bancar até setembro para o elenco. Uma redução de praticamente R$ 7 milhões mensais que será fundamental para o fluxo de caixa.

Nota oficial do Grêmio:

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa que acertou com os atletas o diferimento dos direitos de imagem e salários relativos a 55% da remuneração total dos meses de Abril a Setembro de 2020, a serem pagos de Janeiro de 2021 a Dezembro de 2022. O acordo foi conduzido pelo Presidente Romildo Bolzan Jr e contou com a plena cooperação e entendimento do grupo de atletas, comissão técnica e suas principais lideranças.

As partes entraram em consenso em um único encontro fruto da relação de franqueza e confiança mútua existente entre diretoria e atletas construída através de uma gestão sólida e com sustentabilidade econômico-financeira e, da performance desportiva obtida nos últimos anos. Além disso, essa construção contempla de comum acordo a preservação dos empregos de todos os colaboradores/funcionários do clube. O Grêmio reconhece a compreensão e a sensibilidade de todos os profissionais envolvidos nesse momento de crise financeira e da excepcionalidade vivenciada pela pandemia.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque