Entre pro time

Grêmio

Grêmio decidiu cortar R$ 2 milhões por mês na folha salarial dos jogadores

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

Nas últimas reuniões da cúpula que comanda o Grêmio, presidente Romildo e seus seis vice-presidentes, ficou decidido que a missão para 2020 será reduzir o valor da folha salarial em R$ 2 milhões.

Hoje, o custo mensal dos jogadores está em R$ 12 milhões por mês. Isso inclui salários, direitos de imagem e todas as bonificações que os caras recebem.

Só que o valor ideal para a próxima temporada é de R$ 10 milhões mensais. A ideia gremista é otimizar gastos e tentar compor o elenco ainda mais com jogadores da base.


Em uma entrevista recente na Rádio Globo, do Rio de Janeiro, Romildo contou que ele não tem bala para fazer grandes investimentos, vai apostar na troca de jogadores e ainda mais em atletas da base.

Está claro que ele vai tentar trocar nomes como André e quem sabe até negociar o Luan. E também devolver Rômulo e até o Vizeu. Essa é a tendência de momento.

Nas trocas, o modelo ideal foi a do Marinho por David Braz. Que além de receber um ótimo zagueiro custando a metade que o atacante recebia, o Santos ainda enviou R$ 4 milhões pra cá.

Um nome fora da curva, chamado de extravagância por Romildo, até pode vir. Mas não muito mais do que isso. Até porque, a folha terá que ficar em R$ 10 milhões. Não mais do que isso.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque