Entre pro time

Grêmio

Conheça o drama vivido por Hernane Brocador antes de ser procurado pelo Grêmio

Publicado

em

Felipe de Oliveira/Bahia

No dia 27 de abril de 2017, quando o Bahia foi derrotado na semifinal da Copa do Nordeste pelo Vitória, o centroavante Hernane Brocador teve muito mais a lamentar que um resultado que acontece toda hora.

Ao fazer uma falta no atacante David, do Vitória, ele sofreu uma fratura na tíbia. Sua previsão inicial de recuperação era de 3 meses, passou pra 5 meses longe dos gramados.

Só que não foi só isso. Mesmo voltando a jogar na temporada passada, o cara não conseguia ser o que era. Nesta temporada, chegou a nem ir pra concentração por opção do Guto Ferreira. Sim, ficava fora até do banco de reservas.


Até por isso, leia o que ele disse na saída de campo na última quarta-feira, quando marcou 3 gols contra o Vitória da Conquista.

“Eu vim de uma lesão séria, poucas pessoas sabem o que passei. Quando quebrei a perna, até pensei em parar de jogar de tanta dor. As pessoas mais importantes na vida foram a minha família, que me ajudou, foram 12 noites sem dormir.”

“Passei por um momento difícil. Quebrei a perna tentando ajudar e, depois que voltei, entrava só por 15 ou 20 minutos. Não conseguia fazer muita coisa. Neste ano, não fui relacionado para algumas partidas, mas continuei trabalhando. Sabia que ia chegar a oportunidade.”

Neste momento, Brocador tá acertando sua rescisão amigável com o Bahia para assinar até o final do ano com o Grêmio. Ele vem apenas pelo salário.

Facebook Comments

37 comentários

37 Comments

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque