Entre pro time

Inter

Resumo do que disse Roberto Melo na sua coletiva

Publicado

em

Reprodução

  • Roberto Melo acredita que a torcida foi fundamental. Afinal, os colorado souberam ter paciência e entender que o time precisava colocar a bola no chão para marcar. Não teve aquela pressão para tocar a bola na área de qualquer jeito.
  • O dirigente garantiu que não há cálculo interno sobre o que precisa ser feito para ser campeão.
  • Erros de arbitragem acontecem. É preciso melhorar, mas parece que se fala tanto e ninguém faz nada. Melo lembrou do gol mal anulado e confirmou que não foi pênalti. Pra ele, o árbitro marcou o pênalti porque tinha na memória que o jogador da barreira estava na grande área, mas não viu que o cara andou. O que, por sinal, é um outro problema da arbitragem no Brasileirão.
  • Com exceção do Inter, o Palmeiras enfrenta todas as equipes da ponta de cima da tabela. Eles não terão facilidades. As próximas duas partidas deles serão contra São Paulo e Grêmio.
  • Ele está tão focado em não deixar o assunto das contas do presidente Piffero entrar no vestiário que sequer leu o relatório feito pela sindicância interna no Conselho.
  • Não há novas informações sobre Paolo Guerrero.
  • Acredita que, se o Inter vencer todas no Beira-Rio, precisa buscar só mais dois ou três bons resultados fora, que o título pode acontecer.
  • Mesmo assim, seu trabalho é tentar ao máximo tirar a pressão dos jogadores. Não tem que colocar mais carga do que eles já tem.
  • Como os rivais terão muitos confrontos diretos e o Inter pega só o São Paulo de adversário direto. Eles tem tudo para perder pontos entre eles e o Inter se beneficia.
Facebook Comments

4 comentários

4 Comments

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque