Entre pro time

Inter

Inter quer reduzir elenco, avaliação do Pato, Dourado de volta e Miguel tem chance de acordo

Publicado

em

Reprodução

  • Em coletiva após a vitória contra o Ypiranga, Paulo Bracks falou que a tendência, é que o número de jogadores no elenco seja diminuído. Miguel quer trabalhar com um grupo mais reduzido. Portanto, vamos ter mais saídas do que chegadas de jogadores. Hoje, são 33 jogadores que constam no site oficial como do grupo profissional.
  • Interessante que, nos três meses deste ano, o Inter já reduziu R$ 2 milhões da folha. Nomes como D’Alessandro, Musto, Jussá e outros deixaram a folha. Agora, a direção confirma que Uendel está negociando para sair também. Faltam detalhes para ser anunciado pelo Cuiabá. Só que metade do salário deverá ser paga pelo Inter. Ainda vai custar pelo menos R$ 150 mil mensais até o final de 2021, quando encerra o seu contrato aqui.
  • Guilherme Pato não ficou por avaliação do técnico Miguel Ángel Ramírez. Foi ele quem viu o atacante e disse que ele não estava pronto. Por essa avaliação, os dirigentes resolveram emprestá-lo para o Cuiabá. Todo o salário é pago pelo Cuiabá e tem cláusula de retorno imediato caso o Inter precise dele aqui.
  • Rodrigo Dourado ficou de fora do jogo no final de semana por conta das dores que sentia na coxa ainda dos jogos da reta final do Brasileirão, mas já está recuperado. Ele treinou normalmente nesta segunda-feira. Nada grave.

Dourado está treinando novamente com o grupo após dores por pancadas na coxa – Reprodução

  • Miguel Ángel foi denunciado pelo Tribunal da Federação por conta da invasão no jogo contra o Ypiranga. Foi denunciado pelo Artigo 258-B do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Ainda não sabemos como irão conseguir enquadrá-lo, mas ele pode pegar pena de 1 a 3 jogos ou até de 15 dias até 180 dias. Isso vai depender do entendimento na hora porque o cara não estava como treinador, nem documentação tinha. Só que, claro, sempre tem a chance de um acordo. Afinal, como é réu primário, Miguel tem a chance de apenas sofrer um alerta do Tribunal. Diria que essa é a tendência, converter em uma alerta e o pagamento de cestas básicas.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque