Entre pro time

Inter

Várias informações interessantes do Inter após o jogo na Libertadores

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • Rodrigo Caetano revelou pro pessoal da FOX que, com a chegada do Gustagol, o elenco está equilibrado e ele só vão trazer alguém se tiver alguma oportunidade. Então, é basicamente esse elenco a partir de agora.
  • Para o Zé Alberto, Rodrigo falou antes do jogo que o resultado no Chile tinha sido de alto risco porque empatar sem gols é perigoso. Após o jogo contra o Tolima, o dirigente confirmou que o resultado na Colômbia também foi de alto risco.
  • Outra informação que vem dos repórteres que estão lá é que Coudet aposta em uma recuperação do Uendel. Tanto, que o Erik foi liberado para procurar um time para jogar emprestado.
  • Uendel disse na zona mista do estádio que a chegada do Coudet foi importante para ele. Ele sabe que teve muitos erros individuais na temporada passada. Sua carreira sempre foi marcada pela regularidade, mas aquele ano foi ruim. Agora, foi importante ter algo novo com o Coudet.
  • Guerrero falou que ele tem que ler os movimentos dos companheiros e os companheiros também precisam ler os seus movimentos. Contou que se desespera cada vez mais porque quer fazer o gol e não consegue.

  • D’Alessandro chegou a 85 partidas de Libertadores e igualou Orion, ex-goleiro do Boca, como o argentino que mais jogou partidas de Libertadores na história. Ele vai passar essa marca na próxima quarta e se isolar com 86 partidas.
  • Coudet explicou que D’Alessandro estava desgastado e ele queria ter mais profundidade com Marcos Guilherme no ataque.
  • Ainda no jogo contra o Tolima, o Inter teve pouco mais de 60% de posse de bola. E o Tolima 39%. Só que o Inter chutou 9 vezes e os colombianos 8. Um dado positivo é que foram mais de 500 passes trocados, com 92% de aproveitamento.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque