Entre pro time

Inter

Problema não badalado na Libertadores, situação do Rodinei e jogador uruguaio não vem mais

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • Em entrevista na Rádio Guaíba neste domingo pela manhã, o vice-presidente Dannie Dubin falou que a direção não badalou a altitude como deveria. Declaração dele: “Conversando com o pessoal que esteve na Bolívia a gente chegou a conclusão que o Inter não valorizou esse fator altitude da maneira que deveria. Eu quero dizer com isso o seguinte: se sentiu bastante a altitude e não se falou muito depois do jogo.”
  • Outra frase: “A gente não deu publicidade. Eu me lembrei que a TV mostrou muito o Anderson, em 2015. Os equipamentos que o Inter alugou ficaram dentro do vestiário desta vez. Então, tudo que aconteceu foi dentro do vestiário e não na frente das câmeras. Talvez por isso se passou uma ideia um pouco errada que a altitude não teria o efeito que normalmente tem.
  • Na entrevista de saída de campo, após a grande atuação contra o Esportivo, o lateral Rodinei falou que é questão de tempo para o elenco assimilar a maneira de jogar do Miguel. Os caras tão pegando. Claro que é diferente, dá trabalho, mas ele acha que tem evolução.
  • Aliás, Rogério Ceni falou do Rodinei como jogador do Flamengo na coletiva deste final de semana: “O Rodinei é jogador do Flamengo com contrato até 2022. Há de se destacar que ele fez um grande campeonato no Inter e foi vice-campeão brasileiro, disputou com o Flamengo até a rodada final e pertence ao clube. Se for do desejo do Flamengo que o atleta seja reinserido, nós vamos trabalhar com ele com o maior prazer. É uma questão de decisão da direção do Flamengo. Ele estando aqui, todos já conhecem o Rodinei. Ele trabalhou com a maioria dos jogadores que estão aqui e nós vamos trabalhar com ele com o maior prazer – falou o treinador.”
  • O meia Santiago Cartagena, de 18 anos, do Nacional, não vai vir mais para o Inter. Pelo menos não agora. Segundo o seu agente, estava tudo acertado entre os clubes, mas o jogador teria que vir sozinho para Porto Alegre, não há permissão para ninguém da sua família entrar. Diante deste cenário, eles decidiram que o melhor era seguira em Montevidéu, morando com a família.

Santiago Cartagena é um meia de 18 anos, que viria emprestado do Nacional-URU – Divulgação

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque