Entre pro time

Inter

Miguel Ramírez faz duras criticas ao futebol brasileiro, que joga na sorte e não tem paciência para mudar

Publicado

em

Reprodução

Ramírez fez duas criticas ao calendário brasileiro e a maneira como se faz futebol no Brasil. Aqui um resumo do que ele disse no Barradão:

  • Acha que é impossível, em três dias, estar com condição física para jogar.
  • O ritmo de jogo das partidas aqui é baixo. No ano passado, ele via o Brasileirão e as equipes caminhavam em campo porque não podiam mais jogar.
  • Futebol é um espetáculo, perde-se o espetáculo. Não é só o Inter, são todas as equipes.
  • O futebol brasileiro não vai evoluir se não mudar. Se fizer sempre a mesma coisa, trocando treinadores, tirando jogadores que não joga bem e simplesmente são tirados.
  • O Internacional tem um projeto, não dele Miguel, mas o Inter quer jogar de uma maneira nova, mas se não tiver resultado, dizem que não serve. Só que então o clube voltaria a fazer as mesmas coisas de sempre e ai, se tiver sorte, ganha, se não tiver, perde.
  • Assim, o futebol brasileiro não vai evoluir nunca. porque nunca tem tempo para implementar coisas novas, coisas diferentes que existem nos outros países. Países que tiveram paciência suficiente para evoluir.
  • Aqui, ninguém tem paciência, querem jogar da mesma maneira e a cada três dias. Lançam os jogadores no campo e aconteça o que acontecer.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque