Entre pro time

Inter

Miguel explicou o que aconteceu para o Inter perder o Gre-Nal

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do Miguel após o Gre-Nal:

  • Ele se preocupa quando o time não cria situações de gol. E, no Gre-Nal, eles criaram. Mas acha que o Dourado tem razão, neste tipo de partida, fora de casa, é preciso aproveitar as oportunidades que são criadas.
  • Acha que, se o Inter tivesse vencido, estariam dizendo que a posse de bola seria vista de outra maneira. Diriam que, com a posse, Inter gerou jogadas e converteu. Como perdeu, dizem que não serve para nada. Esse estilo de jogo, de posição, serve para ter o controle de bola e chegar em melhores condições na área contraria. É pra isso que o time joga assim, pra chegar na área e fazer gol.
  • Sobre o time estar lento, a velocidade depende dos espaços. Só dá para acelerar a jogada quando tem espaço para ir. Quando não tem, não adianta ir adiante porque tu vai perder a bola e ter que voltar rápido. A velocidade da jogada vai ser distinta dependendo do momento. Às vezes, a ocasião de gol vai surgir com 50 passes, às vezes com três passes. Vai depender dos espaços que o rival dá.
  • Não sabe se a função do Patrick é muito distinta da que atuava antes. Sua posição é a mesma que terminou o Brasileiro. O que ele tá querendo é que o Patrick seja um facilitador de espaço para outros que vem de trás, para o time ter superioridade numérica. Pensa que ele tá entendendo e fazendo coisas muito boas nos treinos e jogos. Em uma conversa, Patrick disse a ele que, em seu histórico, ele melhora com as partidas, com os minutos, que isso acontece no começo de temporada.
  • Edenilson voltava para buscar a bola como um primeiro volante porque foi previsto que o Grêmio iria fazer pressão na saída de bola. Isso vai acontecer em outras partidas. Vai depender do que for analisado do rival.
  • Está de acordo que Heitor está em crescimento, a temporada é muito grande e ele vai ter muitas oportunidades. Não acha que Rodinei foi mal no Gre-Nal, foi super agressivo nos espaços que tinha no ataque.
  • Jogar uma partida sem torcida, sem gente, é uma merda. Não quer ser desrespeitoso, mas necessita ter gente no estádio. Partidas são com torcida e muda totalmente o ambiente.
  • Gostou mais do segundo tempo do Inter. O time conseguiu entender melhor o jogo e encontrar caminhos para chegar na área.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque