Entre pro time

Inter

Como o Inter conseguiu ficar com um percentual maior para vender o Praxedes

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

Praxedes veio do Fluminense de graça para o Inter, em 2018. Na época, o acordo entre os clubes estabeleceu que as duas equipes iam dividir os direitos econômicos dele a meio, com cada um ficando com 50%.

No entanto, a direção colorada exigiu uma cláusula para comprar um percentual maior dele, caso o jogador aprovasse. Fizeram isso e, no ano passado, o Inter pagou R$ 500 mil, parceladamente, comprando então mais 20% do meia.

É por isso que, hoje, 70% do Praxedes pertence ao Internacional. Se chegar optar por vendê-lo pela proposta de R$ 50 milhões que chegou, ficam R$ 35 milhões na conta do Beira-Rio. (aqui tem informações da proposta).


O fato curioso nesta história é que o Fluminense não ficou com os 30% restantes. Motivo? O clube estava devendo R$ 1,3 milhão para o empresário do Praxedes. A divida entrou em execução no ano passado e a única maneira de contornar uma penhora judicial foi fazer um acordo. Eles entregaram mais 20% do jogador para os agentes do meia para abater a dívida.

Por isso, hoje, o Inter tem 70% do Praxedes, o empresário André Cury 20% e o Fluminense apenas 10%.

Se a venda ocorrer, o Inter ganha R$ 35 milhões, o empresário R$ 10 milhões e o Fluminense, que formou o jogador, apenas R$ 5 milhões.

Praxedes tem apenas 19 anos, completados em fevereiro deste ano – Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque