Entre pro time

Inter

Medeiros explica dívidas do Inter e fala de um dos maiores erros da história colorada

Publicado

em

Reprodução

O presidente Medeiros esteve nos estúdios da TV Pampa nesta semana. Fiz aqui um resumo dos principais assuntos que ele falou:

  • A divisão da televisão não ficou boa por conta do Pay-Per-View. Na TV aberta está controlado, mas as cotas de clubes como o Flamengo dispararam.
  • Se pegar só os números de 2019, o clube terá R$ 12 milhões de prejuízo nesta temporada.
  • A dívida do Inter parece alta porque está incluído o valor contábil da reforma do Beira-Rio. Colocaram  os R$ 330 milhões como se fosse uma dívida a ser paga, mas ela não vai ser quitada em dinheiro e sim na parceria com a Brio. A cada ano que a parceria explora os camarotes, lugares Vips e estacionamento, este valor vai sendo abatido. Por isso que há um relatório que o clube tem R$ 700 milhões em dívida. Só que metade disso, estes R$ 330 milhões, são do estádio e vão ser pagos em “permuta”. (Medeiros não falou, mas R$ 108 milhões são em dívidas com o governo e pagos em prestações de R$ 250 mil mensais pelos próximos 30 anos. É o Profut. A dívida real mesmo está em uns R$ 250 milhões)
  • Assinar com a TV Esporte Interativo foi, talvez, um dos maiores erros da história do Internacional. Ele acha que o clube negociou muito mal naquele momento. Tanto é que o Grêmio ganhou o dobro de luvas para assinar com a Globo. Pra ajudar, a Turner (que comprou o EI) fechou os canais de espote, os jogos passam em um canal de entretenimento e até o pagamento estão atrasando.
  • Ele admite que o time caiu de rendimento. E que não conseguiu jogar bem, mesmo quando Odair saiu. Mas a decisão precisava ser feita pelo que ele via no vestiário.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque