Entre pro time

Inter

Uma ótima impressão, fora dos gramados, de Roger

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

Gostei demais das declarações do centroavante Roger nas entrevistas que deu aqui nas rádios da capital ontem.

Ouvi ele na Gaúcha e na Bandeirantes. Em ambas, soube respeitar Damião sem demonstrar que está atirado nas cordas.

Roger sabe que Damião é o titular por seu histórico aqui. Mais, ele pensa que é merecida essa titularidade.


Mesmo assim, pareceu ser aquele cara que pensa que está recebendo um bom salário em um grande clube e tá tudo certo. Não, fica claro que vai fazer seus gols, ser útil e importante pro elenco.

Lembram quando o Nico foi pro banco e ficou de cara naquele jogo em Novo Hamburgo?

Nico até soube lidar bem com aquilo, se recuperou, revelou numa coletiva que usou como motivação pra melhorar. Mas é óbvio que uma imagem daquelas acaba ganhando espaço na mídia e nas redes sociais com a torcida. Foi uma exposição desnecessária.

Pelo menos neste começo de ano, não tem isso com Roger. Até pela idade, pela experiência, a situação é diferente.

Essa concorrência não é novidade. Na Ponte, teve a sombra do Pottker, que chegou como vice-artilheiro do Paulistão. No Botafogo, foi o Brenner, que veio depois de grande Gauchão pelo próprio Inter.

Na coletiva pós jogo de sábado, Melo já tinha elogiado o jogador. Contou que ele tá muito bem nos bastidores, é um cara do bem.

Confesso que tenho a mesma impressão convivendo com ele nos treinos e ouvindo suas entrevistas.

Facebook Comments

2 comentários

2 Comments

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque