Entre pro time

Inter

D’Ale confirma que vai jogar em 2020 e comenta Aránguiz e nomes especulados no Inter

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

Resumo da coletiva que o D’Alessandro deu antes do treino desta quarta, no CT:

  • Se tiver que dar uma resposta hoje, vai continuar jogando futebol. Os números estão ai para mostrar que ele tem condições. O retorno nos números são muito bons.
  • Ele se sente muito bem fisicamente e mentalmente. Então, vai continuar. Até porque tem muito mais a dar para o Inter ainda.
  • Confirmou que teve uma conversa com a direção em São Paulo, mas pediu para definir a renovação ou não apenas depois dos jogos. Eles aceitaram.
  • Ele decidiu que vai jogar mais um ano. Vai jogar a temporada 2020 e isso é certo. Mas não consegue saber se vai jogar depois disso. 2021 ainda vai depender de muita coisa.
  • Não quis confirmar o Coudet porque nada foi confirmado pelo clube, mas não escondeu que mantém conversas com o treinador, que é um amigo de longa data com ele.
  • Garantiu que não vai ser dinheiro que vai tirá-lo do Inter ou não. Fosse dinheiro, já teria feito outras escolhas e teria ganhado muito mais grana do que tem hoje. Fez questão de pontuar que isso nunca foi o mais importante na sua carreira. Tanto, que escolheu ir para o Zaragoza mesmo tendo proposta do Benfica, num contrato de cinco anos, mas preferiu abrir o mercado na Espanha. O mesmo aconteceu quando foi pra um time que estava pra cair na Inglaterra, mas ele quis abrir portas num mercado diferente. Suas escolhas são sempre por metas.
  • Disse que existe sim um desgaste por conta dos 11 anos aqui, mas isso não vai impedir jogar mais um ano aqui.
  • Decidiu também que vai jogar futebol até a sua parte mental aguentar. Enquanto ele tiver motivado para acordar às 6h30min para ir treinar, vai continuar. E chega a bater uma tristeza imaginar que um dia vai se aposentar e não vai ir treinar, jogar futebol.
  • A partir do momento que algumas pessoas sabem que ele ficará livre, se abrem outras portas. Isso é normal no futebol. Seu empresário tem recebido propostas de alguns clubes.
  • Brincou dizendo que se vierem Aránguiz, Nacho Fernández e Pastore ele estaria fora do time hoje…
  • Aránguiz é um cara que não fala muito, mas joga muito. Não tem as portas abertas aqui, tem os portões abertos aqui. Ele faz bem para o clube, independente de quem estiver no comando por aqui.
  • Nacho Fernández é extremamente tático e profissional.
  • Já o Pastore tá na Europa, tem muita experiência, muita qualidade. Acrescentaria em qualquer clube.
  • Como todos vão qualificar seus times, o Inter também tem que qualificar. Se chegar um Aránguiz, seria uma contratação de peso. Com a vantagem que ele já conhece como as coisas acontecem aqui no clube.
  • A partir do ano que vem, tem que deixar o discurso de reconstrução de lado. Já fez boas campanhas, já foi líder de um grupo que tinha o River na Libertadores, chegou na final da Copa do Brasil e enfrentou o Flamengo e igual para igual. Então, a reconstrução já chegou.
  • Conquistar um Brasileiro é uma dívida muito grande que eles tem com o torcedor. E até a Copa do Brasil. Lembrou que perdeu duas Copa do Brasil. E seria mais feliz se tivesse ganho uma pelo menos.
  • Por óbvio, ele torce pelo título do River na final da Libertadores.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque