Entre pro time

Inter

A vitória aconteceu, a classificação tá quase, mas o futebol ainda tá bem distante do Inter

Publicado

em


  • O Inter ganhou, mas não jogou bem. Não jogou bem e eu garanto que o Ramírez sabe disso. Quem prestar atenção na comemoração do gol vai ver que ele mais desabafou do que comemorou. Estava nitidamente com cara de tenso, preocupado, incomodado que seu time não fez uma boa parte. Nem de perto.
  • E a realidade é que o Inter foi lento e previsível. Não dá pra entender porque tocar tanto a bola entre os zagueiros e com uma lentidão de dar sono a quem tá vendo a partida. Esse tipo de situação não é nem interessante pra quem quer só ver um jogo de futebol. É uma chatice sem tamanho ver alguém pisar na bola, olhar pra um lado, pro outro, pensar, refletir e tocar pro lado. Que coisa mais chata.
  • Fora isso, quando o Inter saia era sempre nos lançamentos longos dos zagueiros ou o máximo que conseguia era trabalhar a bola até uma lateral para alguém cruzar a bola por cima. Sempre as mesmas jogadas.
  • Eu fiz questão de contar, demorou 70 minutos de partida para o Taison acionar o Maurício, que girou na área e bateu pra grande defensa do goleiro. Só que, veja bem, 70 minutos para uma bola por baixo, minimamente trabalhada.
  • Outra, esse lance só aconteceu após a expulsão do jogador deles. O zagueiro dos caras conseguiu ser expulso em cinco minutos. Fez uma falta aos 61 e deu azar ou não foi prudente ao deixar o braço aberto e a bola bater. Como ia pro gol, Pitana expulsou. Só que a primeira boa jogada do Inter pelo chão só acontece com um jogador a mais.
  • Ainda sobre Taison, ele não fez nada especial. Foi muito acionado, mas não vi nada diferente. E, vamos combinar, é isso que esperamos dele. Veio pra subir o time de nível. Falamos até que estará no nível dos melhores em atividade do futebol brasileiro. Não sei o que aconteceu com aquela atuação maravilhosa dele contra esse mesmo Olimpia no Beira-Rio. O meia-esquerda não foi bem.

Taison foi muito acionado, mas não foi nem perto do jogo aqui do Beira-Rio – Ricardo Duarte/Inter

  • A verdade é que o gol só saiu porque o Yuri é um centroavante diferenciado. Porque de novo foi uma bola cruzada pelo Moisés, o Marcos Guilherme deu de cabeça pro meio e o Yuri pegou de virada. Gol típico do camisa 9 diferente que o Yuri Alberto é.
  • O que foi estranho foram os erros bobos dele. Primeiro errou um gol só ele e o goleiro. Saiu em disparada num contra-ataque e cara a cara chutou fraco, fácil do goleiro. Só que isso pode acontecer, faz parte do jogo. O que não pode é ser expulso por duas bobagens. Primeiro levou amarelo por tirar a camisa no gol. Não pode. Tá na regra. O Banrisul paga R$ 12 milhões pra ter a foto do gol. Não pode. Tem que respeitar. Depois, o Nestor Pitana errou. Foi rigoroso demais com uma proteção dele. Mesmo assim, Yuri tem que ser mais malandro. Não pode cair em provocação.
  • Os minutos finais mostraram um time que não parece forte mentalmente para um jogo contra o fraco Olimpia. Ok, os paraguaios começaram a bater, mas o Inter perdia a cabeça facilmente. Eles não tinham mais nada a perder. Tem horas que é preciso ser inteligente.
  • Registro aqui também dois lances de perigo. Um é mérito do Lomba que salvou uma falta que bateu na barreira. O outro é preocupante. Mesmo com um a menos, o atacante deles passou como quis pro Lucas Ribeiro, foi levando ele, Cuesta e Dourado. Até foi bloqueado, mas prestaram atenção quanto tempo ficaram ali e o time não recompôs rápido.
  • Também não entendo o porquê Miguel coloca os laterais pelo meio e os meias como pontas por fora. Eu não faria isso. Os laterais são especialistas em jogar abertos, cruzando. Qual o sentido de mudar se vai ter gente ali. Não seria melhor um especialista?
  • Maurício entrou bem melhor do que vinha entrando, Praxedes perdeu um gol e Moisés foi escolhido o melhor pela Conmebol. E acho que isso só aconteceu porque o Yuri foi expulso. Tenho certeza que seria dele não fosse a expulsão.
  • Ah, vou ter que dar o braço a torcer: Galhardo compromete de cabeça. Perdeu um gol em baixo do gol porque não é bom de cabeça.
  • O melhor é que tá classificado, o pior é que não dá pra dormir tranquilo com a certeza que o time se encontrou. Ainda tem um longo caminho pela frente.

Lomba fez sua parte quando foi preciso – Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque