Entre pro time

Grêmio

Renato dá garantia sobre Kannemann e conta erro que pediu pra corrigir no vestiário

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do técnico Renato após o empate com o Sport:

  • O que o torcedor precisa entender é que não é nada fácil estar em três competições. O desgaste é muito grande, a cada três dias tem jogo e viagens longes. Por mais conforto que o clube dê, fica difícil.
  • O grupo está bastante cansado, mesmo assim, gostou da equipe, que estava muito bem até tomar o gol de contra-ataque. E, mesmo depois de perder o Kannemann, conseguiu empatar o jogo com um a menos.
  • Tem que ser muito valorizado o fato do Grêmio estar em mais uma semifinal de Copa do Brasil.
  • Se o Kannemann saiu no intervalo do jogo contra o Santos e não jogou na Vila Belmiro, ele Renato tem seus motivos para fazer isso. Sabe o que tá fazendo. Só que as informações não chegam para a imprensa e, quando chegam, são informações distorcidas. Falou que tem colegas da imprensa que falam um monte de besteiras. Garantiu ter grande relacionamento com o Kannemann, que é um dos jogadores que ele mais brinca e um dos líderes do vestiário.
  • No vestiário, falou para os jogadores que, em determinadas jogadas, não precisa dar 10, 12 toques pra chegar na área adversária. Em dois ou três chega. O exemplo foi o gol que tomaram. Às vezes, tem que buscar a velocidade dos atacantes. Isso tem que ser corrigido.
  • Todos podem ficar tranquilos que a cabeça dos jogadores está bem melhor do que na eliminação. A cabeça deles tá bem tranquila.
  • Falou em dar de presente para o torcedor a classificação para a final da Copa do Brasil.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque