Entre pro time

Grêmio

O que eu penso sobre a polêmica do Grêmio contra o River na Conmebol

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

Resolvi escrever algumas linhas sobre o que penso e interpreto de tudo que o Grêmio está tentando na Conmebol.

É um pouco de opinião, informação e até palpite do que acredito que irá acontecer.

  • O Grêmio tem muita razão em reclamar. O Marcelo Gallardo não pode, punido, se comunicar via rádio, ir no vestiário, dar entrevistas e ainda se vangloriar disso tudo achando que é lindo. Ele sambou na cara da Conmebol e desrespeitou todo mundo que joga limpo.
  • O grande problema é que o regulamento não é claro e cristalino sobre isso. Não tem lá escrito: “caso um técnico esteja punido e vá no vestiário ou passe instruções via rádio, o time do cara perderá a partida.” E, mesmo que eu acredite que isso precisaria estar lá, o fato é que não está e o Grêmio aceitou disputar a Libertadores com esta condição.
  • Precisamos ser bem honestos. Estamos falando em tirar um time que chegou na final. Eu sei que foi sacanagem e, na minha visão, eles até merecem, mas não vamos nos enganar achando que é fácil a Conmebol tomar a decisão de ir lá e tirar os argentinos por um regulamento que diz: “qualquer outro incidente grave que tiver incidência no resultado”.
  • É isso que está escrito no regulamento, no artigo 54.
  • Eu sei, eu também interpreto que ele foi fundamental. Mas essa é uma questão bem complicada. Afinal, estamos falando de tirar alguém da final da Libertadores contra o maior rival. Se fosse o Renato, todo mundo estaria torcendo para não dar nada.
  • O que eu creio que vai acontecer? Uma dura punição para o Gallardo. Não aposto que o River será eliminado. Aliás, diria que é quase impossível. Abriria um precedente gigantesco.
  • Penso que o regulamento precisa ter um artigo bem específico, sem interpretações, para que as próximas decisões sejam tomadas sem maiores problemas.
  • Por fim, é paralelo a isso, o River foi bem superior no gramado. Isso não justifica o favorecimento do River. Não deve ser levado em conta no Tribunal, mas vale para a nossa avaliação pessoal e profissional. O River foi melhor lá e aqui. Na bola, eles mereceram. Agora, se fizeram coisa errada, precisam pagar por isso. Futebol também é fora de campo. Caso contrário, o Kannemann também poderia jogar. Mas ai o regulamento é claro. Se o jogador entrar, tem a punição prevista.

Ah, uma última: O Grêmio está fazendo o mesmo que o Inter no caso Victor Ramos. Como a vida dá voltas, não é mesmo?


Só que os dois estão no seu direito. Concordando ou não, não há nada de errado em tentar, legalmente, os seus direitos.

Facebook Comments

54 comentários

54 Comments

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque