Entre pro time

Grêmio

O motivo pro Campaz ficar no banco, mudança dos convocados e previsão pra escapar

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do Felipão após o jogo contra o Ceará:

  • Não aconteceu nada com o Campaz. Optou pelo Alisson para dar velocidade no setor. Campaz não vai jogar só porque foi contratado, depende do pensamento da comissão técnica pro jogo. Neste, queriam velocidade no setor.
  • Fez o jogo calculado. Marcou sob pressão no primeiro tempo e marcou mais baixo no segundo tempo. E eles tiveram no máximo duas oportunidades na segunda etapa.
  • Na sua visão, os protestos violentos da torcida foram um “episódio bobo” e que nem foi comentado pelos jogadores no vestiário.
  • Geromel e Kannemann ainda são os zagueiros principais, mas os problemas estão acontecendo e não pode usar eles. Diante disso, pensa que Ruan e Rodrigues estão bem e atendendo as necessidades.
  • A parte deles é jogar futebol e irão pro Rio para jogar futebol, independente do que acontecer com Flamengo, torcida. O pessoal do vestiário pensa só em jogar e acabou.
  • Não vai punir ninguém por estar na Seleção, falou que vai dar chance pro Brenno em breve. Mas contou que não poderia colocar o Borja em campo sendo que ele chegou no sábado ao meio dia em Porto Alegre. O Villasanti chegou na sexta e esse é o ideal. Chegou a dizer que vai falar com a direção pra tentar ter jogadores que atuam nas seleções pelo menos dois dias antes aqui.
  • Grêmio é o 18º e não pode pensar em “nada maior”. A única coisa a pensar agora é daqui sete ou oito rodadas, estar o meio da tabela. Disse que o repórter estava “de brincadeira” ao perguntar se dá pra conseguir coisa maior neste Brasileiro.
  • Sua projeção é conseguir escapar do rebaixamento até a 12ª rodada do segundo turno. Talvez, consiga pela 10ª, mas não será antes.
  • Justificou a concentração antecipada desde quinta-feira porque tinha que fazer um trabalho especial de adaptação para o jogo das 11h.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque