Entre pro time

Grêmio

Grêmio trata assunto Kannemann e pede tranquilidade por Caio Henrique

Publicado

em

Divulgação

Klauss Câmara, diretor-executivo do Grêmio, deu entrevista no gramado da Boca do Lobo sobre vários assuntos do Grêmio:

  • As grandes empresas do mundo trocam e modificam seus profissionais, mesmo quando as coisas estão bem. Todas as decisões foram tomadas com muita antecedência. Não foi nada decidido na hora das demissões. Isso estava acertado há muito tempo.
  • A fala do Kannemann foi porque ele tem um perfil mais sanguíneo. Só que tudo que for conversado será internamente. Ele não vai dizer na imprensa qual será o tom da conversa com o argentino.
  • Pediu para garantir que o ambiente interno é muito bom e essas situações de demissão e a entrevista do Kannemann não causaram nenhum impacto no vestiário.
  • O fato do Renato não estar na pré-temporada não tem nenhum impacto. E a não presença dele é só física, afinal, ele fala diariamente com os profissionais do clube, recebe relatórios de tudo que é feio. A direção não pensa que terá prejuízos sem o Renato porque esse era o momento da preparação física.

https://twitter.com/rdgrenal/status/1218959563006926848

  • Sim, existe a procura por meia e centroavante. Só que a expressão usada foi que não é uma “sangria desatada”. Tem o Luciano para o ataque, por exemplo. Ele terminou o ano muito bem. Isso dá tranquilidade para a direção.
  • Ninguém confirma o Rafael Carioca, mas também não nega. Sinal que tem chance, tem negociação.
  • Klauss admitiu que existe uma demora muito grande na documentação do Caio Henrique, mas falou que o torcedor pode ficar tranquilo. Hoje, precisa apenas chegar um documento do Atlético de Madrid, mas a demora aconteceu porque a documentação dele estava no Brasil, teve que voltar para a Espanha e ser totalmente refeita. Mas, o dirigente foi claro dizendo para a torcida ficar tranquila.


Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque