Entre pro time

Grêmio

Grêmio faz um novo e diferente acordo financeiro com seus jogadores

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

A direção do Grêmio chegou em um novo acordo com o grupo de jogadores para reduzir o custo mensal das despesas durante a pandemia.

Os atletas terão 20% dos seus rendimentos da carteira cortados temporariamente nos próximos meses. Mas não será um corte real. É apenas o que a direção chamou de “diferimento” no pagamento. Ou seja, traduzindo pra uma expressão mais popular, apenas um adiamento do pagamento.

Em resumo, os jogadores terão 80% do salário da carteira pago agora os os 20% restantes vão se acumulando e o pagamento vai ser realizado apenas em 2021 ou talvez até 2022, conforme o tempo que for se estendendo esta “dívida” com os atletas.


Não vai haver corte real no salário dos jogadores. Eles vão receber tudo que tem direito, apenas terão 20% postergados para as próximas temporadas.

Esse foi o modo que a direção encontrou de conseguir chegar em um acordo com o grupo de atletas.

Como disse no começo, este é o segundo acordo da direção com os boleiros. O primeiro é até bem parecido. Eles não estão recebendo os direitos de imagem durante a parada e vão receber em 12 parcelas durante todo a temporada de 2021.

  • A folha gremista está na casa dos R$ 12 milhões mensais. A direção tinha a meta de reduzir ela na virada do ano, mas acabou contratando até mais do que pretendia e pensa que vale a pena pagar tanto porque esse time atual é até melhor que o das temporadas anteriores.
  • Os dirigentes que ouvi garantem que Renato não participou ativamente das negociações com o grupo. Tudo foi feito entre a direção e as lideranças do elenco.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque