Entre pro time

Grêmio

Douglas Costa promete ficar mesmo na Série B, cita Corinthians, quer reforços e não só superávit no Grêmio

Publicado

em

Reprodução

Douglas Costa deu entrevista no programa “Os Cancelados”, que vai pro ar nos canais do Alê Oliveira e Pilhado, do Tiago Asmar:

  • Nosso maior problema era não ter uma identidade de jogo, que agora criou, mas não consegue manter nós dois tempos. Joga um tempo bem e depois da uma apagada.
  • O time não chega a ser um time ruim, é um time que estava um pouco desorganizado.
  • Estão se conhecendo melhor, ele não conhecia ninguém do time. E até confiarem nele, demorou um pouco. Agora, tão se soltando, lhe usando mais, é por aí que vai sair dessa situação.
  • Acabou fazendo muitas trocas de treinador. Um vem pra defender, outro pra atacar. O time acaba oscilando porque muda toda hora.
  • Mancini tem uma ideia bacana, pressionando pra cima, querendo arriscar. Ideias que ele aprender a jogar lá fora.
  • Felipão sempre o entendeu e ajudou na readaptação ao futebol brasileiro. Mas ele aprendeu a jogar futebol pra frente, se jogar por uma bola, por vezes, tu te prejudica. Eles jogavam por uma bola, não faziam o gol e ainda sofriam.
  • Ainda sobre o Felipão, confirmou que a ideia de jogo dele não é a igual ao do Felipão, só que ele sempre foi comprometido com o jogo. E, sim, confirmou que nem todo mundo casou com as ideias dele.
  • Independente do que acontecer, vai ficar aqui. Tem mais dois anos de contrato, não tem como correr.
  • Pediu que chegue caras importantes também. Porque um time não é feito só de superávit, de passar o ano bem financeiramente.
  • Citou o Corinthians como exemplo, estava sofrendo, contratou quatro jogadores e mudou totalmente.


Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque