Entre pro time

Grêmio

Grêmio quer comprar Everton, mas terá que convencer cineasta que mora nos Estados Unidos

João Batista Filho

Publicado

em

Divulgação

A diretoria do Grêmio pretende comprar mais um percentual dos direitos do atacante Everton.

Atualmente, a divisão está assim:

  • Grêmio tem 60%
  • Empresário Gilmar Veloz tem 30%
  • Luís Eduardo Girão, ex-presidente do Fortaleza, tem 10%

Sim, o ex-presidente do Fortaleza tem percentual do jogador. Segundo fui me informar, o Fortaleza devia mais de R$ 6 milhões ao seu ex-presidente. Então, como forma de pagar um pouco da dívida, deu os 10% do Everton pra ele.

Até não seria possível fazer isso formalmente, mas sabe como é, sempre existem acordos. Aqui mesmo isso é feito.

Agora, o Grêmio terá a missão de conversar com este empresário para negociar este percentual de 10%. Assim, o clube ficaria com 70% do Everton e lucraria mais numa futura venda.

Só que, veja bem, estamos falando de um empresário que tem dinheiro. Que não precisa disso pra sobreviver.

Luís Eduardo Girão é um dos maiores produtores de cinema do Brasil e atualmente mora dos Estados Unidos. Largou a presidência do Fortaleza justamente porque estava com saudade da família lá.

Espirita, seu grande sucesso como cineasta foi no filme “Chico Xavier”, que levou 3,5 milhões de pessoas pro cinema.

Se o cara for esperto, não tem o porquê vender.

O Grêmio vai tentar. É isso que ouvi o vice-presidente Duda Kroeff garantir.

Setorista da dupla Gre-Nal. Torcedor do Tottenham e do Real Madrid. Fã de futebol inglês.

23 comentários

23 Comments

  1. Rei de Copas / Maior do Sul / Tri Campeão da America / 7 Títulos Nacionais

    11 de Abril de 2018 at 21:47

    Um minuto de silêncio aos invejosos que ainda insistem em comentar nas notícias do maior do sul

    Um minuto de silêncio também para o autor sensacionalista. Quem já é dono tem que comprar? Não seria aumentar participação? Comprar mais um percentual?

  2. helena

    11 de Abril de 2018 at 14:14

    Lembrei que o Pedernesto vendeu o Geromel no final de 2017, fechou negócio em Atlântida com um representante do Cruzeiro. Essa IVI não cansa.

  3. Anônimo

    11 de Abril de 2018 at 10:30

    O Pedro Ernesto da rádio gaúcha tá sempre querendo vender os jogadores do Grêmio,no ano passado era o Luan.. será que ele é tesoureiro do grêmio pra falar tanto de equilíbrio financeiro ou quer ver o time desmanchando..vai cuidar da tua vida seu abestalhado!!!

  4. Gremistão SM

    11 de Abril de 2018 at 00:50

    Gostei de ver o desejo e a indireta ou direta do JB filho pro ex presidente do Fortaleza, se o presidente for experto não vende os 10% pro grêmio kkkkkkkkkkkkkkkkkk JB filho colorado sofredor kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Ricardo - DF

    11 de Abril de 2018 at 00:47

    Caraca, o Pedro Ernesto já anuncia a venda do Éverton para “equilibrar as contas” gremistas. Começo a acreditar que tem uma IVI mesmo na ZH, que coisa!

    Tem que manter o guri, sim, ele já está estourando.

    Outro que me preocupa mais é o Bobsin. É um baita jogador, e vi notícias que o pai dele já estava tentando a cidadania espanhola. Os piratas catalães já tão tramando para levar o guri de graça… Viva a ROMA !!!

  6. Anônimo

    11 de Abril de 2018 at 00:46

    Baita reportagem contra…quem contrata um naba desses…

  7. Alipio Becker

    11 de Abril de 2018 at 00:39

    É por causa dessas materias caça clique que uso AdBlock.

  8. Anônimo

    10 de Abril de 2018 at 23:31

    Pq os empresários não pagam o salário do jogador referente a sua parte? Isso seria justo

    • Traks

      11 de Abril de 2018 at 11:33

      Perfeito!

    • Amigo

      11 de Abril de 2018 at 11:36

      Por quê quem usufrui de suas atividades é somente o clube, o qual remunera o atleta para jogar futebol, sendo assim o atleta não exerce atividade para o empresário, é como achar que o locador de um imóvel deva arcar com a fatura de água e luz, não deve, pois o locatário é quem usufrui desta água e luz. No caso do jogador quem usufrui de sua atividade jogar futebol, é o clube por isso paga integralmente os salários, por outro lado, não paga uma “locação do percentual dos direitos federativos” do atleta ao seus proprietários. Agora na hora da venda como são “sócios” no mesmo capital, cada um recebe seu percentual, pois todos usufruirão da venda, mas da atividade esportiva quem usufrui é somente o clube o qual é responsável integral pela remuneração do atleta pela atividade desenvolvida.

  9. Jocemar das Verdades

    10 de Abril de 2018 at 23:24

    Por essas e outras voce será um eterno amador JB, que título pra matéria é essa?! Tu não nega teu coloradismo tche, se tu quer ser jornalista tens que ser imparcial. Vou até fazer um minuto de silêncio em homenagem à voce e seu projeto de time.

  10. Vinicius Schambeck

    10 de Abril de 2018 at 23:15

    JB e essa hábito incontrolável de caçar cliques

  11. Luiz Guimarães

    10 de Abril de 2018 at 23:09

    JB quê Título é este? A matéria é boa mas o Título não corresponde a verdade: Parece que o Everton está apenas emprestado por algum clube ao Grêmio. O Grêmio quer COMPRAR percentuais junto ao empresário .

  12. Darci

    10 de Abril de 2018 at 22:25

    Romildo vai dizer quanto quer pela parte do Grêmio e esse urubu do Machado que acerte a parte dele depois, exatamente como foi no caso do Arthur

  13. Ricardo

    10 de Abril de 2018 at 22:02

    Nossa. Isso foi muito amadorismo da direção. Pois sempre se via que o Éverton tinha ferramentas até pra ser mais jogador que o Pedro Rocha, era só questão de amadurecimento.

    • ANDRE DE BRITO NASCIMENTO

      11 de Abril de 2018 at 10:04

      Na boa cara, te fode, chamar a direção de amadora, é muito amadorismo da tua parte!

  14. Volnei W.

    10 de Abril de 2018 at 21:53

    O lamentável é que nos dias de hoje os clubes ficam na mão de empresários, dificilmente o Grêmio tem mais de 60% ou 70% de algum jogador oriundo da base.

  15. Amigo

    10 de Abril de 2018 at 21:52

    Se o cara for esperto não têm porquê vender.

    Isso é a IVI secando até as negociações. E outra muda o título colorado enrustido chorão o Grêmio é o dono do Everton não precisa comprar ele. O que precisa é aumentar sua parte no negócio.

    É um desejo uma vontade de distorcer as coisas s forma pejorativa e negativa quando se trata de Grêmio. Isso é doentio. Isso é ser mercenário e por receber uns trocos do inter fica fazendo esse papelão a IVI está ruindo não enxerga?

    • Gere

      10 de Abril de 2018 at 22:34

      Pois Então. A frase me chamou a atenção por isso.

    • João Batista Filho

      João Batista Filho

      11 de Abril de 2018 at 01:07

      Parceiro, você venderia um cheque em branco como o Everton?
      Se ele for esperto, segura mais um pouco e só vende quando for pra Europa. Vai ganhar bem mais de um clube europeu.
      Agora, depende da necessidade do cara em fazer a negociação.

      • Davi

        11 de Abril de 2018 at 10:59

        Depende o ponto de vista..quem garante que será vendido no futuro…olha o tufo que o inter tomou com o Damião..Valdivia..Sasha

    • ANDRE DE BRITO NASCIMENTO

      11 de Abril de 2018 at 10:08

      Se alguém chegar do espaço hj, vai imaginar q o Grêmio estava na B ano passado, foi vice do América, surrado no gauchao, apesar de sair na frente como um cavalinho paraguaio, e q não vende ninguém a anos, essa é nossa ivi querida,

O que você está pensando sobre isso?

Copyright © 2017 João Batista Filho, torcedor do Tottenham, Real Madrid e fã do futebol inglês. Setorista da dupla Gre-Nal.

error: Content is protected !!