Entre pro time

Grêmio

Pelo Grêmio, Chilavert detonou o presidente da Conmebol

Publicado

em

Reprodução

O ex-goleiro Chilavert fez várias criticas ao presidente da Conmebol e usou o caso do Grêmio para isso.


Segundo ele, somente agora as pessoas estão conhecendo o presidente da Conmebol, que é um grande incompetente, fracassado e que matou a Copa Libertadores.

Chilavert continuou dizendo que Alejandro Domínguez quebrou todas as suas empresas e se fez multimilionário com a Associação Paraguia de Futebol e a Conmebol.

“A corrupção mata o futebol, é uma pena.”

Ele termina dizendo que a Conmebol precisa respeitar o regulamento e pediu um futebol limpo na América, deixando claro seu apoio a causa defendida pelo Grêmio.

Aqui os tuítes:


Leia também:  Jailson se manifesta após a não ida para o Santos

Setorista da dupla Gre-Nal. Torcedor do Tottenham e do Real Madrid. Fã de futebol inglês.

4 comentários

4 Comments

  1. Genghis Khan

    4 de novembro de 2018 at 12:25

    Esse aí não é o goleiro que CUSPIA NA CARA DOS ADVERSÁRIOS QUANDO ESTAVA PERDENDO? Entende-se por que defende o grezembe, os iguais se entendem.
    Quanto ao apoio de alguns clubes do Brasil, sabe-se que se trata pura e sumplesmente de INVEJA E RECALQUE, visto que para a final ocorrer derrubaram dois xodós da imprensinha brazuca, FORA O TELEVISIONAMENTO QUE SERÁ A NÍVEL MUNDIAL.

    • Anônimo

      4 de novembro de 2018 at 22:40

      Pense em alguem com a inteligencia de uma ervilha. E nao eh q vem o noaso bobo da corte nos divertir entao?!?!?!?! Hahahaha mongolao hahaha

    • Genghis Khu

      5 de novembro de 2018 at 11:47

      o famoso bobo da corte

  2. Rdg

    3 de novembro de 2018 at 18:43

    Não é só o Chilavert não. Há torcedores de vários times estão com o Grêmio nessa. Os que não são hipócritas, óbvio. Vejam a hashtag no Tweeter.

    https://www.terra.com.br/esportes/lance/torcedores-de-diversos-clubes-do-brasil-se-unem-a-favor-do-gremio-no-caso-gallardo,d99c68370833bbad29ba68ca004edc9ax28j4ahg.html

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade