Entre pro time

Inter

Últimas do Inter

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • Como dá pra ver na foto, Pottker finalmente foi para o gramado. Mas ainda não sabemos quando estará liberado para jogar. Ele não teve lesão desta vez, mas ficou 15 dias na fisioterapia fazendo um trabalho para realinhamento muscular e prevenção de lesões.
  • O gol de falta do D’Alessandro foi o primeiro desde aquele gol do Sobis contra o Palestino, na estreia da Libertadores. Foi dia 03 de maço de 2019 aquele lá. E em uma falta lateral, com falha do goleiro ainda. Gol tocando por cima da barrira, no alto, o último tinha sido o do Camilo, em 19 de agosto de 2018, contra o Paraná, no Beira-Rio. O Inter brigava pelo título brasileiro ainda.
  • Guerrero chegou a 21 gols em 42 partidas pelo Inter. Número muito bom, principalmente porque ele é decisivo. O número a melhorar dele é o de assistências. Tem apenas uma neste tempo todo. (sem crise, apenas informação).
  • Por falar no Guerrero, ele respondeu um comentário do Damião no Instagram chamando o centroavante de volta para o Beira-Rio. Só que não há menor possibilidade disso. Damião tem mais um ano de contrato no Japão e vai seguir lá. O salário é absurdamente alto para os padrões do Brasil.
  • Como tem jogo em Erechim nesta quarta, Ijuí no sábado e Chile na quarta que vem, a direção abriu os cofres e contratou três voos fretados para levar os jogadores.
  • Delcir Sonda estava atrás de uma das goleiros do Pacaembu vendo a final da Copinha. Lá, falou para o Eduardo Gabardo, repórter da Gaúcha, que teve que ficar um tempo fora porque seu irmão estava doente. Agora, quer voltar a ajudar o Inter. Sua primeira medida será retomar o patrocínio na camisa.

Sonda lá no fundo vendo a decisão por pênaltis – Reprodução

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque