Entre pro time

Inter

O empate em casa do Inter tem um grande culpado!

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • Foi uma grande partida? Não. Seguramente não. Agora, dava pra vencer. E tinha tudo pra vencer. O Rodinei acabou fazendo um pênalti de juvenil, sem a bola, e tirou dois pontos do Inter. A não vitória é culpa dele. Única e exclusivamente dele. Rodinei é o culpado. Não há como colocar em outra pessoa. Dava pra ficar a três pontos do vice líder São Paulo e acabou a um pontinho apenas. E olha que o Flamengo tá chegando, hein?
  • Ok, preciso colocar aqui que o Zé Gabriel também falhou. Mas é um erro de jogo, pode acontecer. Foi tentando jogar. Todos sabem que esse esquema do Coudet tem esse risco. E o Zé não fez um grande jogo, mas manteve a personalidade. É diferente de um erro como o do Rodinei.
  • Olha, o não tem como analisar esse jogo sem falar na arbitragem. O árbitro marcou um pênalti inexistente para o Inter. Não foi nada no Cuesta. Ele mal é encostado. Erro grosso do árbitro. O Inter foi sim beneficiado. Eu vi o lance pelas mesmas câmeras do árbitro de vídeo e não tinha o que marcar.
  • Edenilson não foi o mesmo de sempre. Sua participação foi mais tímida. Não que tenha comprometido, mas ficou abaixo do que a gente sabe dele.
  • Junto com ele, Boschilia e Marcos Guilherme também não foram lá estas coisas. Aliás, o Marcos Guilherme entrou no final, ganhou um gol de presente do Abel, e adiantou demais a bola. Perdeu. Tá mal há tempos já.

Saravia está jogando muito bem neste Brasileirão – Ricardo Duarte/Inter

  • Mas vamos lá, eu fiquei na dúvida sobre o melhor em campo. Isso porque o Patrick fez o gol, de cabeça, e foi o cara que mais fez jogadas diferentes. Mesmo assim, o Galhardo tem um gol, em um pênalti muito bem batido, e uma assistência. Vou colocar um empate técnico. Ambos foram bem demais. Vou me permitir dividir este prêmio hoje.
  • Também confesso que fiquei um pouco em dúvida do D’Alessandro. Ele fez ótimas jogadas, quase fez um golaço de falta, mas errou alguns estranhos, caso de um escanteio mal cobrado. No geral, foi bem melhor que antes. Participou do primeiro gol. Foi inteligente na jogada do primeiro gol.
  • Gostei do Saravia também. O cara embalou. Tá jogando muito. Corre feito louco, entende como o Coudet quer que se jogue a partida. E, até pelo risco chamado Rodinei, nem se contesta sua titularidade.
  • Abel Hernández entrou aos 43 minutos do segundo tempo, mas conseguiu mostrar serviço. Deixou o Marcos Guilherme na cara do gol com um toque de calcanhar e salvou uma bola de dentro do gol na última jogada da partida. Foi mega importante.
  • Uendel voltou após meio ano sem jogar e foi correto. Nada demais. Fez a dele. Não comprometeu. É um baita avanço perto do Moisés.

D’Alessandro foi titular de novo – Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque