Entre pro time

Inter

Coudet encontrou um erro dos garotos do Inter e explicou meta por desfalque dos reforços

Publicado

em

Reprodução

  • Coudet admitiu que seu time cometeu muitos erros na partida. Por isso ele saiu de campo dizendo “não é possível, não é possível.” Os poucos repórteres que estavam no gramado viram essa cena dele entrando no vestiário falando isso ele confirmou que foi por conta destes erros.
  • Ele sabe que precisa trabalhar pra não tomar mais gols nos minutos finais. Aconteceu contra Palmeiras e agora.
  • Claro que houve um erro do Zé Gabriel. Ele não poderia ter tentado aquele passe. Mas é jovem, vai aprender. Outro que errou foi o Peglow. O lance do pênalti pro Bahia começou em um passe errado dele lá na frente. Ele está ensinando, mas sabe que eles precisam entender ainda como passar o tempo estas coisas como segurar a bola no ataque em um jogo destes.
  • Explicou que colocou o Abel e o Moledo nos minutos finais porque tinha certeza que o Bahia só conseguiria fazer gols de bola parada pelo alto.
  • Abel Hernández entrou muito bem, mas ainda não vai ser titular contra o Ceará. Ele não está bem fisicamente pra começar como titular. Vai ser preciso esperar.
  • Descartou começar a poupar o time ou até mesmo mudar ele pensando na Libertadores. Não irá, por exemplo, sacar o Edenilson só porque ele não poderá jogar na Libertadores. Vai pensar jogo a jogo. Não tem como pensar em desfalcar o time no Brasileiro para preparar pra Libertadores.
  • A meta agora é se manter na parte de cima até o elenco se reorganizar. Citou que os atacantes ainda não estão à disposição. O Inter precisa é ficar no topo pra quando estiver completo.
  • Ele já tinha usado o Saravia como lateral-esquerdo no Racing por uma necessidade. E preferiu colocar ele lá e não o Jussá porque o Rossi é muito rápido e tinha entrado por ali.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque