Entre pro time

Inter

D’Ale rebate os “quatro volantes”, revela conversa sincera com Coudet e pedidos do treinador

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • D’Ale lembrou a imprensa que não é atacante, mas tá jogando em uma posição que o Coudet gosta. Eles conversaram sobre isso, pensam que começou jogando bem jogando avançado, mas ainda é só o começo.
  • Ele não está gostando quando falam que o Inter joga com quatro volantes. O Inter joga com um volante posicionado e três meias na frente. No ano passado, o time tinha um losango no meio. Agora, não tem mais isso. Até brincou dizendo que se o Patrick e o Edenilson foram para as laterais serão seis volantes no time? Não. Eles serão laterais. Então, hoje, o ambos jogam como meias.
  • Contou que teve uma conversa com o Coudeu que foi meio assim: “ou ele jogava de atacante ou saía do time”, então, não teve outro jeito. Coudet contou que precisava dele no ataque. E ele tá jogando como atacante.
  • Um dos pedidos do treinador é que ele fique no ataque, tem que jogar perto do Guerrero. Ele não pode ficar isolado lá. Mais, não é pra vir aqui no meio buscando a bola só porque ela está demorando a chegar. Se eles começam a descer, o time fica embolado no meio e a zaga do time adversário sobe também. A ideia é empurrar os zagueiros deles pra trás afim de dar espaço para a subida dos laterais do Inter.
  • Já dá para ver que o time joga de maneira diferente. Se vai ganhar alguma coisa, é outra história, mas eles estão no caminho. Como os resultados estão acontecendo, isso vai ajudando a ir organizando essa nova maneira de jogar.

Facebook Comments

Setorista da dupla Gre-Nal. Torcedor do Tottenham e do Real Madrid. Fã de futebol inglês.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque