Entre pro time

Inter

Coordenador, reforços, aviso de vendas, tabu a quebrar e dois “fatos” incomodaram

Publicado

em

Reprodução

Mais informações passadas pelo presidente Alessandro Barcellos na coletiva deste sábado:

  • Entre outras coisas, Miguel saiu porque a direção achou que o time teria dificuldades de evoluir na velocidade que era preciso evoluir.
  • Sobre o coordenador técnico prometido, confirmou que existe essa necessidade, mas não vai sair contratando. A direção tá tentando buscar um profissional que preencha os requisitos. Quando encontrar alguém, irá trazer.
  • Perguntado por reforços, falou que existe uma limitação financeira de um clube com uma dívida grande. Não quis prometer a data que virão reforços, mas garantiu que Aguirre irá ganhar reforços pontuais. Em breve, teremos novidades sobre reforços.
  • Especificamente sobre zagueiros, tem certeza que o Inter precisa de jogadores nesta posição. Porém, não quer contratar jogadores que não tenham qualidade para melhorar o plantel. Agora, com a abertura da janela, as opções irão melhorar, mas tem chance de vir zagueiro no mercado nacional. Tá sendo negociado isso.
  • Aguirre foi informado que o Inter precisa vender mais jogadores. Mesmo com a saída do Praxedes, tem que negociar mais atletas para chegar aos R$ 90 milhões que estão no orçamento de vendas da temporada. E ele topou isso, disse estar junto nas boas e más notícias.
  • Guerrero vai fazer uma artroscopia e deve ficar mais um mês até trabalhar com o grupo.
  • Não é bem o Diego Aguirre que ficou só 7 ou 8 meses nos clubes brasileiros que treinou. São os clubes brasileiros que ficam 7 ou 8 meses com os treinadores. O Inter tem que quebrar esse tabu também.
  • A direção ficou muito incomodada com dois fatos:
    – Primeiro o com nomes que foram cogitados que a diretoria sequer cogitou trazer. Isso tira o foco e gera um debate desnecessário.
    – Depois, com informações absurdas como a que alguém representando a direção teria se perdido no fuso horário e ligado para o Marco Silva durante a madrugada na Europa e, ao ver isso, o treinador português não quis mais negociar.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque