Entre pro time

Inter

Conheça a situação dos jogadores que estão perto do fim de contrato com o Inter

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

Enquanto briga pelo título do Brasileirão, o Inter tem alguns jogadores para avaliar a situação contratual deles. Vamos lá:

  • Rodinei é o que termina mais cedo, seu empréstimo junto ao Flamengo é só até maio, após o Gauchão. O passe tá fixado em 4 milhões de euros (R$ 26 milhões). É claro que não vão pagar. O mais provável seria o Flamengo aceitar renovar o empréstimo até o final do ano. Resta saber se nenhuma proposta melhor vai chegar até lá.
  • Abel é do Inter, mas seu contrato é só até junho. O jogador quer ficar, gostou de Porto Alegre. Mas ele mesmo já falou, numa entrevista no Uruguai, que sabe que a direção terá que fazer escolhas porque ficará com quatro centroavantes com a volta do Guerrero. Tem ele Abel, Yuri, Galhardo e Guerrero, que volta em março. O grande problema dele é o custo, na casa dos R$ 500 mil mensais entre salários e luvas.
  • Agora tem a leva dos que tem contrato até o final de 2021, mas não são do clube. São eles: Lucas Ribeiro, Moisés e Saravia.
    • Lucas Ribeiro veio por salário baixo (na casa dos R$ 150 mil), mas o Hoffenhein quer 8 milhões de euros (R$ 53 milhões) para vendê-lo. Não tem como bancar.
    • Moisés custa R$ 3,5 milhões junto ao Bahia. (O Inter já comprou 15% dele na época do empréstimo por R$ 2,2 milhões)
    • Tem também o Saravia, que só volta a jogar no meio do ano. Seu contrato foi sim prorrogado até dezembro. Só que o Porto pede, no mínimo, os 5,5 milhões de euros que investiu na compra dele do Racing. Ou seja, assim como o Lucas Ribeiro, um valor impagável.
  • Fora eles, ainda tem peças bastante utilizadas, mas que tem contrato relativamente curto: Lomba, Danilo, Uendel e Lindoso. Ainda não sabemos o que o futuro reserva pra estes, que tem contrato até dezembro de 2021.
  • Ainda há dois que estão na boca do túnel de saída. O primeiro é Leandro Fernández. Mesmo que tenha como ficar até o final do ano, é meio certo que a direção tentará encaixa-lo em outra equipe. O cara claramente tá sem moral. E o outro é Matheus Jussá. Contratação inexplicável. Empréstimo acaba em maio. Vai voltar pro Oeste.
  • Pra fechar, talvez o nome mais importante de todos: Guerrero. Seu contrato vai até o final de 2021. Porém, como o Inter está cuidando dele há meio ano, tenho convicção que o jogador vai estender o vinculo por mais tempo. Até porque, segundo sei, o seu sonho é jogar a Copa de 2022. Ele vai estar em alto nível no ano que vem.

Contrato do Guerrero é até o final de 2021 – Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque