Entre pro time

Inter

Algumas ideias do aproveitamento do Zé Gabriel pelo Inter

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

A situação é a seguinte: o pensamento do Inter é que é mais fácil lapidar o Zé Gabriel nos aspectos defensivos do que ensinar um outro zagueiro, que não tem a técnica dele, a sair jogando com qualidade.

Você que está lendo a matéria pode até não concordar, mas esse é o pensamento no clube. Não adianta achar que tem que ter dois zagueiros apenas para defender. O Miguel quer que os zagueiros construam as jogadas.

Por isso, Zé Gabriel está jogando. Se não for ele ali, será outro que também vai dar passes verticais. Então, melhor colocar quem tem a técnica de sair jogando.


Zé Gabriel tem 22 anos e pode render dinheiro ao Inter – Ricardo Duarte/Inter

Todo mundo consegue ver que estão acontecendo falhas, mas elas estão sendo bastante trabalhadas. Zé trabalha a bola aérea defensiva e a aproximação na marcação para tirar espaços do atacante como um dos principais pontos a melhorar. E o pensamento é que já há uma evolução significativa no último ano.

Só que agora alguém vai perguntar: por que não o Lucas Ribeiro?

Esse é um ótimo debate. E eu até concordo que o Lucas está num estágio bem mais avançado por ter sido zagueiro a vida toda.

No entanto, existe um componente que pode não fazer diferença para a torcida, mas a gente sabe que influencia que é a venda. Lucas não é do Inter, ele tá emprestado aqui. Zé Gabriel pode render grana. Só lembrar que o Bruno Fuchs foi vendido por 8 milhões de euros.

Ninguém do Inter vai vir a público falar isso, mas é fato que sempre influencia. O clube precisa desesperadamente de vendas.

Zé Gabriel já teve duas propostas de fora, a primeira há um tempo do Lommel, da Bélgica, que pertence ao grupo City, e a segunda de um time dos Estados Unidos.

  • Só uma curiosidade, acredita-se que Moledo não vá conseguir jogar neste jeito de jogar do Miguel. Ele não é talhado por sair jogando.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque