Entre pro time

Inter

Abel vê Grêmio melhor, explica o que fez pra vencer e rebate quem criticou o pênalti marcado

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do técnico Abel Braga após a vitória no Gre-Nal:

  • A verdade e que eles não fizeram um grande jogo. O Grêmio tem uma rotatividade no meio que não tem como definir quem é o primeiro volante, o que é o meia. É muito difícil marcar. Eles obrigaram o time do Inter a correr muito.
  • Teve uma infelicidade em uma bola, foi com um zagueiro que saiu pro ataque. Lucas Ribeiro errou um passe, aconteceu, mas é ótimo ter acontecido porque serve de lição.
  • O seu time tem o que um homem pode ter de mais virtude, que é cair e se levantar de novo.
  • Mesmo assim, pensa que o Grêmio, com a bola, fez um jogo melhor que o do Inter. O toque de bola deles foi mais refinado.
  • A sua única preocupação agora é esse negócio da invencibilidade. Lembrou que isso vai acabar uma hora, pediu pra não cair em armadinhas. Acha que a sorte é que agora tá no final.
  • A principal tônica da semana era fazer com que os jogadores entrassem com equilíbrio no Gre-Nal. É humanamente impossível tirar os 11 jogos sem ganhar da cabeça, o que ele tentou foi mostrar que, pra tudo, tem que ter equilíbrio. Seja na vida deles, educando o filho, conversando com a esposa e até jogando o clássico.
  • O peso do Gre-Nal saiu. Porque tudo que se fazia, sempre tinha a lembrança do que acontecia no Gre-Nal. Isso foi muito bom mentalmente. Vão estar mais leves agora. Não vencer Gre-Nal desgasta.
  • Acha que o pênalti marcado para o Inter foi claríssimo. Não tem o que reclamar. O árbitro apitou com igualdade nos cartões e nas faltas. Falou que “é claro que foi pênalti”.
  • Também falou que Abel não estava impedido. Diz ele que ouviu reclamação, mas não teve nada disso.
  • Elogiou Maurício, que vem treinando muito bem, e gostou do Nonato no jogo, pensa que ele entrou de forma surpreendente.
  • Terminou elogiando o Renato, que tem o time do Grêmio na mão, conhece todos, sabe o que o time precisa, sabe como mexer. Um time que, mesmo ganhando, aposta em colocar jogadores com velocidade pelos lados. Isso torna a vitória do Inter muito grande.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque