Entre pro time

Grêmio

Walace recusa proposta estratosférica e renderá mais dinheiro para o Grêmio

Publicado

em

Divulgação

O Grêmio deve receber mais uma grana vinda da Europa nos próximos dias.

Acontece que o volante Walace está perto de deixar o Hannover, da Alemanha, para outro time europeu. Um clube da Itália e outro da Espanha já fizeram proposta oficial.

Os valor das propostas está na casa dos 6 milhões de euros (R$ 25,8 milhões). Só que o Hannover pede pelo menos 8 milhões de euros para liberá-lo.


Mesmo assim, como o time alemão caiu para a segunda divisão nesta temporada, tudo indica que ele será negociado nos próximos dias.

O dono do time lá é cheio da grana, não estava muito afim da liberação, mas vai ficar difícil mantê-lo.

E isso é bom porque o Grêmio tem direito a 1,5% do percentual de formação dele pelo tempo que esteve aqui.

Se confirmar a venda por 6 milhões de euros, que é a tendência, o Grêmio vai receber algo em torno de R$ 400 mil.

Importante dizer que Walace foi vendido para o Hamburgo por 10 milhões de euros em janeiro de 2017 e a transferência dele para o Hannover deixou mais R$ 3 milhões nos cofres da Arena no ano passado.

Outro bastidor interessante é que Walace recusou uma proposta tentadora do Hebei Fortune, da China para ganhar incríveis 3 milhões de euros líquidos de impostos por temporada.

Isso dá R$ 13 milhões por ano. Mais de um milhão a cada trinta dias já descontando os impostos.

O cara triplicaria seu salário. Mesmo assim, como tem só 24 anos e propostas de times em mercados melhores, o cara se reuniu com seus empresários, Rogério Braum e Fabiano Soares, e optou por valorizar sua carreira e não o dinheiro.

 

Facebook Comments

Setorista da dupla Gre-Nal. Torcedor do Tottenham e do Real Madrid. Fã de futebol inglês.

13 comentários

13 Comments

  1. Anônimo

    5 de agosto de 2019 at 15:49

    Jb manu tá categorias de gremio?

  2. Craque neto erechinense

    5 de agosto de 2019 at 12:37

    So nao tivesse forcado a saida tava num time grande da europa

    • João Batista Filho

      5 de agosto de 2019 at 15:14

      Não tem como saber disso. E, meu, acho muito injusto falar assim. Parece que o cara foi embora sem deixar nada pro clube. Ele deixou 10 milhões de euros.
      O Jaílson foi por 4 milhões e pra um mercado que não é tão bom. Isso sendo titular naquele momento, jogando mundial e tudo mais…
      O Walace teve uma boa proposta e pediu pra ser liberado. E o Renato tanto entendeu que pediu pra liberarem o cara porque a vida de jogador é assim. Luan quis ficar e não foi vendido mais.

      • Filipe

        12 de agosto de 2019 at 21:58

        Deram sorte porque aí surgiu o Arthur. Mas convenhamos que isso de liberar jogador é uma estupidez. Se é importante pro clube, que cumpra o contrato e fique. Nenhum jogador pode “forçar a saída”. Existe um contrato a cumprir.

  3. Renan

    5 de agosto de 2019 at 12:21

    Esse joga, mas a cabeça não acompanha, e acha que joga mais do que joga, tomara que se endireite, pode pegar uma seleção

    • João Batista Filho

      5 de agosto de 2019 at 12:26

      Uma dúvida sincera: baseado em que essa afirmação. Tipo, quais elementos te fizeram chegar nesta conclusão? Porque eu convivi com ele aqui no Grêmio e não vi nada disso. Sempre foi boa pessoa, por sinal.

      • ANDRE pai do gengis "merendinha " khan

        5 de agosto de 2019 at 12:44

        Se afogou em pedir pra sair, hj seria tri campeão da América e valorizado, no mais, gostaria de ver ele de volante, equilibraria o time de novo.

        • ANDRE pai do gengis "merendinha " khan

          5 de agosto de 2019 at 12:45

          *afobou

      • Trago Verdades

        5 de agosto de 2019 at 13:37

        deve ser baseado na questão que quis sair do time do cara, tipo o William do Inter, aí a pessoa magoa e acha que é ruim “de cabeça”

        muitas vezes é mal assessorado mesmo

      • Eder

        5 de agosto de 2019 at 14:42

        No Hamburgo foi inclusive afastado por indisciplina.

        • João Batista Filho

          5 de agosto de 2019 at 15:20

          Ele foi afastado por dois motivos:
          1- o tecnico queria que ele jogasse de zagueiro. Ele pediu pra não jogar porque achava que iria mal. Ai ficou fora até do banco.
          2 – chateado, ele foi passear em Milão, só que ele deveria ter ido ver o jogo no estádio, conforme manda o regulamento do clube. Mesmo os fora até do banco precisam estar lá.

          É um erro? É um erro. Mas o contexto mostra que não é nada absurdo também, né?

          • Angelo

            6 de agosto de 2019 at 09:20

            JB, não existe contexto. Regra é regra.
            Contexto aqui e ali começam a criar exceções e ninguém tem que ser tratado de maneira especial, não acha?
            E os outros jogadores que estariam seguindo as regras do clube fielmente? Tem que ser colocados no mesmo bolo que alguém que desrespeita?

            A punição pode até ser descabida, mas algo havia de ser feito.

            Abraço

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque