Entre pro time

Grêmio

Vice-presidente admite que Brasileiro já era e mudança de foco é total no Grêmio

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

Resumo da entrevista do Cláudio Oderich, vice-presidente do Grêmio, na Rádio Bandeirantes:

  • “O importante pra nós, neste ano, é passarmos da melhor forma possível na parte financeira. Entendemos que temos que estar fortes para o que vem pela frente a partir do ano que vem.”
  • “Que a gente possa entrar forte em 2021, que pra nós vai ser um ano, este sim, de buscar mais títulos do que esse ano. Porque o que é possível de ganhar neste ano, o Grêmio ganhou, que o Campeonato Gaúcho. Ano que vem vai ser um ano diferenciado e aquelas empresas, os clubes que estiverem uma situação financeira boa vão ser diferente dos que não tiverem esta condição.”
  • “A nossa aposta é que, 2021, vai ser um ano bem melhor, de mais conquistas. O time do Grêmio praticamente neste ano, a gente tá mudando a fotografia daquele time multi-campeão. Tá bem mudado. É um novo time, um time em formação, tem peças se ajustando.”
  • “Eu tenho boas expectativas para os próximos 15 ou 20 dias, que o Grêmio volte a jogar um bom futebol. Tem a Copa do Brasil agora com o Juventude, depois a Libertadores. E o Campeonato brasileiro, infelizmente, mais uma vez o Grêmio tem deixado passar, né? Hoje, novamente é com time misto, o que dificulta bastante a gente sair desta condição desconfortável que a gente está na tabela.”
  • “Vai ser um jogo muito duro e a gente confia no carisma do nosso técnico, no Renato, que esteja inspirado e consiga botar um bom time me campo, que hoje vai estar desfalcado no Paraná. Os jogadores estão sendo para essa partida importantíssima na continuidade da Copa do brasil.”
  • “O que sobra para o Grêmio neste ano são as Copas, né? Eu acho que o Brasileiro é, no máximo, buscar chegar na frente. Buscar a vaga de novo como nos outros anos.”

Vice-presidente do Grêmio testa positivo para o coronavírus | GZH

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque