Entre pro time

Grêmio

Veja trechos e documentos da ação que Ferreira está movendo para rescindir com o Grêmio

Publicado

em

Reprodução

O atacante Ferreira entrou com uma ação na justiça contra o Grêmio. Ele pede a rescisão contratual com o clube alegando assédio moral porque não aceitou a proposta de renovação com o Grêmio.

Os advogados do jogador postaram várias materias da imprensa apontando que estava claro que não foi uma decisão de ordem técnica e sim uma pressão para renovar o contrato, algo que configura o assédio.

Também há uma entrevista do presidente Romildo onde o presidente confirma: “Está afastado enquanto a renovação não for resolvida. Estamos em negociação.”


Trecho de uma conversa entre o empresário do jogador e o dirigente do Grêmio – Reprodução

Em uma das partes do processo, eles anexaram uma mensagem do executivo Klauss Câmara para o empresário Pablo Bueno, que agencia o Ferreira, onde ele deixa claro que o Ferreira só não estava na lista da Libertadores porque não renovou.

Aqui a mensagem: “Assim que possível me ligue, a lista da Libertadores é para ser enviada hoje!! E como não temos acordo ele está fora da Lista!!”

Aqui outra parte do processo onde o jogador reclama que sequer treina com o grupo profissional: Saliente-se, ainda, a situação especialmente vexatória experimentada pelo atleta, uma vez que, no caso em concreto, sequer os centros de treinamento do grupo principal e do grupo de transição, para onde fora mandado o reclamante, ficam na mesma cidade: enquanto o grupo principal treina em Porto Alegre, os meninos da transição treinam em Eldorado do Sul. Tal exposição reflete diretamente em sua imagem como atleta no mercado do futebol. De se destacar que o Reclamante, de 22 anos no momento presente, tem sua carreira posta em cheque em virtude da situação ora narrada.

Por tudo isso, Ferreira pede a rescisão imediata do contrato para poder seguir sua carreira em um clube que queria lhe aproveitar.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque