Entre pro time

Grêmio

Teve consulta por peruano, desesperança por Cavani e propostas recusadas por três jogadores

Publicado

em

Divulgação

Informações faladas pelo presidente Romildo na entrevista que deu no programa Cadeira Cativa, da Ulbra TV:

  • A avaliação interna é que o Grêmio teve um grande nível de acerto nas contratações. Admitiu que Robinho não conseguiu jogar e explicou que o Everton teve sintomas mais acentuados por conta do Covid e isso o prejudicou. Mas ele ainda acredita que o Robinho vai jogar bem.
  • Confirmou que foi ele mesmo quem ligou pro pro Arce pra ter informações do Churín. Fez isso porque o Renato tinha aprovado o jogador, mas atletas estrangeiros precisam ser muito bem avaliados pois quando se erra com estrangeiros fica um ambiente muito mais pesado. Mais do que quando tu erra um jogador nacional.
  • Teve sim uma consulta ao Leon, do México, pelo Pedro Aquino, mas eles imediatamente responderam que não e ficou assim. Porém, a avaliação dele é ótima. Joga de primeiro e segundo volante, marca e chega na área adversária.
  • Cavani não tem mais possibilidade. Na sua visão, o uruguaio não vai encerrar a carreira na América do Sul, vai encerrar lá em cima. E, se vier pra cá, ele é que tem que querer vir. Não dá pra achar que tem que pegar um avião e ir lá na Europa convencê-lo a voltar. O jogador é que tem que estar disposto a jogar aqui.
  • Pepê e Matheus Henrique tinham propostas e o Grêmio vetou ambas. Matheus era pra Itália, não falou o time, disse que era um dos em ascensão. Pepê era o Porto.
  • O goleiro Brenno também teve proposta para sair e Romildo não deixou.

Presidente Romildo esteve no programa Cadeira Cativa nesta semana – Reprodução

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque