Entre pro time

Grêmio

Sem saber mais o que fazer, Felipão muda tudo mais uma vez, mas futebol castiga o Grêmio de novo!

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

  • O futebol tá castigando demais o Grêmio! Muito do que acontece é merecido, mas o ar de crueldade tá se superando na dose. Perder mais uma vez com gol nos acréscimos, com o VAR sendo checado, é duro.
  • VAR esse que o Santos jogou sal grosso antes do jogo começar. Confesso que eu respeito quem acredita, mas não acredito nisso. O problema é que é muita simbologia junta. E isso faz doer ainda mais.
  • Felipão mudou mais uma vez. Ai, cada um escolhe como quer ver. Dá pra pensar positivo e achar que ele tá tentando. Ou ser crítico e pensar que o treinador não consegue achar uma forma de jogar. Demostra não saber mais o que fazer pra tentar engrenar um time. Confesso que eu tô mais nessa segunda linha.
  • Como quem manda é o Felipão, ele apostou em três zagueiros. O Santos joga com três zagueiros. Felipão espelhou o rival. E não foi algo ruim pra defender. O Grêmio teve poucas, mas boas chances no primeiro tempo. E se defendeu bem. Agora, penso estar mais do que provado que ele tá focando só em defender, não consegue atacar, faz pouquíssimos gols e o futebol acaba punindo o jogo ruim com derrotas cruéis tipo essa na Vila.
  • Será que alguém ainda acredita que vai dar pra se salvar se não mudar a forma de atuar? Será que vai ser na retranca que as coisas irão acontecer?

Brenno salvou o time pelo menos duas vezes – Lucas Uebel/Grêmio

  • Ruan e Kannemann jogarão muito bem. O Rodrigues também fez a sua quando esteve em campo. A linha errada no impedimento nem foi um deles, foi o Alisson que deu condições.
  • Brenno salvou pelo menos umas duas vezes e não teve culpa no gol.
  • O Thiago Santos faz muitas faltas. Precisava rever isso.
  • Ferreira foi o melhor em campo no ataque. Entrou na segunda etapa e tentou ir pra cima em todas. Teve a chance do gol, mas acabou errando a finalização. A jogada foi boa.
  • Douglas Costa ainda não disse porque voltou. Pra mim, mostrou pouco ou quase nada. Aliás, foi a média de atuação recente dele. Atuações medianas (pra baixo) até o momento.
  • Se o Ferreira entrou bem, Jean Pyerre foi mal pra caramba. Errou lances fáceis. Interessante que ele foi elogiado pelo Felipão por ter atuado de segundo volante na quarta. E foi ser meia avançado na Vila. Dá pra entender?
  • Num jogo onde o contra-ataque estava sendo oferecido, não entendi porque o Campaz sequer entrou. A velocidade com a bola no pé é uma das principais virtudes. Até o Everton Cardoso entrou e ele não.
  • Brenno saiu chorando, consolado pelo Chapecó. A cena do desespero dos atletas é desesperadora para torcida (e até imprensa) que estão vendo todos os capítulos de um clube que dá sinais gritantes de que tá se afundando rumo a Série B.
  • Rafinha foi expulso após a partida terminar por chutar um gandula. Isso não existe.
  • A tabela mostra que agora é preciso de duas vitórias consecutivas pra sair do Z4. Não é mais uma vitória e tá fora, são cinco pontos de diferença. Olha a gravidade que virou isso. Foram três rodadas que era só vencer e tudo certo. Nem isso conseguiram fazer.

Ferreira foi o único que entrou e melhorou o time – Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque