Entre pro time

Grêmio

Lateral é o melhor, o cara que não errou gols, Geromel falha, Matheus cresce e importante pro JP

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

  • 2 x 1 fora de casa não é um resultado ruim. Pelo contrário. O grande diferencial é que todo mundo esperava uma vitória contra o Cuiabá, sem treinador e sem seis titulares. Definitivamente, isso não aconteceu. Sequer teve uma grande atuação. Foi um jogo mediano do Grêmio. Bem mediano. O segundo tempo então foi de uma atuação pior que a deles. Porém, venceu. É isso que vale na tabela. Agora, se você tá preocupado com desempenho de um time que precisa decolar, isso não aconteceu.
  • O primeiro gol gremista começa com Pepê ligando o Victor Ferraz, o ala cruza na medida pro Diego Souza testar pra rede. E aí tem algumas coisas a destacar. Primeiro que a lateral-direita é o lugar que é só jogar a camisa pra cima e tá tudo certo. Quem jogar, joga bem. Segundo que você lembra de gols perdidos pelo Diego Souza? Pois então, ele não perde muito não. Quando fica sumido é porque o time não tá criando e não por culpa dele. Pelo menos foi assim até agora.
      Jean Pyerre marcou o gol que deu a vitória para o Grêmio – Lucas Uebel/Grêmio
  • O gol do Cuiabá é responsabilidade de dois caras: Cortez e Geromel. Sim, Geromel falhou. É raro, mas acontece. Já o Cortez é normal cruzarem pelo lado dele. Todo mundo sabe o que acontece.
  • Pepê começa a jogada do primeiro gol no lado direito, que nem é o dele, e sofre o pênalti do segundo. É incrível como esse cara consegue ser decisivo. O 2020 do Pepê é melhor do que o Everton estava sendo.
  • Jean Pyerre marcou o gol de pênalti. E cobrar bem pênalti no Grêmio tem sido complicado. Ele saiu do jogo dedicando a família e ao pai que se curou da Covid. Mais, lembrou que é seu terceiro jogo consecutivo. Fazia tempo que não tinha sequência. Ele é diferente e precisa jogar.
  • Matheus Henrique tocou 86 vezes na bola e teve 95% de aproveitando nos passes. Isso é número de Arthur. A sensação que tenho é que ele cresce jogando com um primeiro volante que o dá liberdade. Darlan ou Lucas Silva o fazem ser protagonista.

2 x 1 dá direito a empate na Arena para classificar – Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque