Entre pro time

Grêmio

Grêmio se viu obrigado a mudar o discurso por Pepê e Copa do Brasil definirá futuro

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

O presidente Romildo esteve nos estúdios da Rádio Bandeirantes e falou sobre a possibilidade de saída do Pepê.

Resposta do presidente:

“Por Deus, eu sou reticente em vender jogadores, valores, da base. Eu sou reticente, mas eu sei que isso faz parte do negócio. O que vou te dizer assim? Talvez seja uma situação que, se contemplar o Grêmio, contemplar o jogador… Agora, se nós passarmos do São Paulo, vamos jogar em fevereiro. A janela termina no dia 02 de fevereiro, o primeiro jogo é dia 03. Se nós passarmos do São Paulo, evidente, né?”


A primeira constatação é que o discurso do presidente Romildo mudou. Antes, ele falava que sequer iria ouvir propostas pelo Pepê antes da metade do ano que vem.

Agora, admite que, talvez seja uma situação essa venda. E Romildo fala isso porque sabe que olheiros de Porto e Real estiveram aqui nos últimos dias. Existe uma movimentação pela proposta.

O Grêmio quer 20 milhões de euros (R$ 128 milhões). Como tem 70% do Pepê, ficaria com R$ 90 milhões líquidos na sua conta.

Mas é importante mostrar que a classificação para a final da Copa do Brasil pode mudar tudo. Afinal, a janela fecha dia 02 e as finais são dia 03 e 10 de feveiro.

Se não vender até o dia 02 de fevereiro, o negócio só pode ser assinado a partir de junho/julho de 2021.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque