Entre pro time

Grêmio

Grêmio aprova aumento do investimento para 2020

Publicado

em

Luciano Amoretti/Grêmio

Os conselheiros do Grêmio aprovaram na noite de ontem uma suplementação orçamentaria da gestão do presidente Romildo em 2019. Ao todo, o Grêmio recebeu 67,9 milhões a mais do que a previsão inicial até o fim de setembro.

Por isso, mesmo que essa grana já tenha entrado e também já tenha sido gasta, a diretoria apresenta estes números para receber o ok dos conselheiros. Uma espécie de autorização do Conselho.

Imagino que muitos torcedores se perguntam o porquê disso? Simples, sempre antes de começar uma temporada, os conselheiros aprovam uma previsão de orçamento e estipulam limites do que o presidente pode gastar. Até pra ele não sair fazendo o que quer. Só que em alguns casos o clube recebe muito mais grana do que estava previsto. E foi o caso agora. É meio que uma apresentação do Romildo para os conselheiros mostrando quanto a mais entrou e onde ele investiu a grana.


Eles também confirmaram um número que a gente tinha falado por aqui: de janeiro até setembro, somando tudo que entrou e tirando tudo que foi pago, o Grêmio teve superávit de R$ 21,5 milhões.

E, como sempre acontece nesta época do ano, os caras aprovaram um orçamento para 2020.

Romildo prevê que vai receber pelo menos R$ 341,9 milhões no próximo ano.

Só o departamento de futebol tem R$ 257,7 milhões para gastar. Isso dá uma média de R$ 20 milhões por mês (já somando o 13°) investidos com jogadores, comissão técnica e todas as despesas envolvidas no futebol.

E isso significa um aumento no investimento previsto. Afinal, no ano passado, o orçamento pedido por Romildo foi de R$ 307,4 milhões no total e R$ 222 milhões para o futebol.

Ou seja, Romildo “informou” aos conselheiros que pretende gastar uma média de R$ 3 milhões mês a mais em 2020 apenas com o departamento de futebol.

Mas esse número pode subir. Neste ano, por exemplo, o Tricolor deve chegar de novo na casa dos R$ 400 milhões ao todo. Estes orçamentos são previsões. Se tu for a final da Copa do Brasil ou vender um jogador bem vendido já muda bastante.

Mas é basicamente isso que acontece…

Em tempo: mesmo assim, Romildo falou publicamente que a folha precisa sair de R$ 12 milhões para R$ 10 milhões na virada do ano. Aqui tem os detalhes disso. Mas como agora estão prevendo aumento? Simples, a folha salarial do profissional vai baixar, mas o custo do futebol do clube inclui tudo, time B, Sub-20, toda a base.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque