Entre pro time

Grêmio

Felipão não perdoa a imprensa e usa palavras como mentira e cafajeste após vazar informações

Publicado

em

Reprodução

Resultado da coletiva do técnico Felipão:

  • O Grêmio só vai se recuperar totalmente com o tempo, é uma transição. Jogou bem no segundo tempo, teve chance de vitória. Tomou os gols em momentos estratégicos, que fizeram jogadas simples ser complicadas.
  • Se tivesse que dizer alguma coisa ao torcedor e ao seu grupo, diria parabéns pelo resultado pois estavam atrás, fizeram um esforço muito grande e viu muitas coisas boas.
  • Disse que é mentira que ele debateu com os jogadores a forma de jogar. Chamou quem passa para a imprensa estas coisas de cafajeste.
  • Garantiu que, na reunião da semana, aconteceram coisas que sempre se faz há 50 anos. Primeiro ele fez a palestra, depois deixou os jogadores conversarem por conta de um problema de relacionamento que aconteceu após o jogo contra o Sport. Após isso, planejou algumas situações de jogo.
  • O seu sentimento é ótimo, o sentimento é bom em relação as pessoas que ele comanda. Com o tempo, irão conseguir os resultados. Tá satisfeito com o grupo e com todos os departamentos do Grêmio.
  • Embora saiba que a imprensa esteja recebendo informações de dentro do vestiário, não pode dizer que os jornalistas não acreditem nestas informações, mas fez questão de dizer que tais situações que vazam interessam a A ou B, ou seja, apenas para as pessoas que vazam para os repórteres.
  • Negou que tenha dito em uma entrevista recente que o Grêmio sairia da zona em oito rodadas, sempre disse que estaria brigando pelo menos até a 12ª rodada do segundo turno.
  • Na sua projeção matemática, era para estar com 28 pontos. Tem quatro pontos de atraso na sua projeção.
  • Os cruzamentos não foram aproveitados, mas foram cruzamentos que ele deseja, de frente para o zagueiro e goleiro adversário, onde qualquer toque dá pra fazer o gol.
  • Entende que a forma de jogar atual é a melhor e assim coloca, são quatro na defesa, dois volantes, um meia avançado, dois pontas e um centroavante.
  • Uma vez por semana, treina com três zagueiros para, se precisar usar, já treinou.
  • Jean Pyerre entrou como segundo volante, algo que ele fazia no tempo de base. E ele foi ótimo. Acrescentou mais um jogador para determinadas situações.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque