Entre pro time

Inter

Últimas do Inter

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • Com o empate em 1 x 1, o Inter saiu do G4. Agora é o quinto colocado, um ponto atrás do Corinthians.
  • O próximo jogo é sábado, às 21h, no Mineirão, contra o Cruzeiro. Vai ser o reencontro com Abel Braga.
  • Frase do Rafael Sobis na saída do jogo: “É isso que o torcedor tem que colocar na cabeça. Parece que a gente está disputando o rebaixamento pelo que aconteceu. Tem que ver contra quem a gente jogou. O campeonato está em aberto. Nosso pensamento é pontuar o máximo possível. Vamos na briga por isso.”
  • Outra frase dele: “A relação tem que ser boa. O torcedor não pode esquecer que dois anos atrás a situação era diferente. Hoje o inter disputa título, bate de igual para igual. Tem que apoiar, ajudar. A gente sabe que eles estão machucados, mas nós também estamos. Não podemos sair na rua, somos ameaçados, não dormimos direito. Nós precisamos deles, assim como eles foram importante, é importante que ele estejam com a gente no resto do campeonato.”
  • Odair explicou que tirou Nonato no segundo tempo porque o time estava perdendo intensidade. Então, ele trouxe o Patrick de volante e tentou colocar velocidade na ponta-esquerda com Wellington Silva.
  • Sobre as vaias, Odair falou: “A gente não trabalha todos os dias para ser vaiado. Mas eu respeito a vaia do torcedor. Não respeito briga, invadir CT, aeroporto.”
  • Acredita que o Inter sentiu a parte física no segundo tempo por conta do jogo que foi no Rio de Janeiro, com dois a menos.
  • Sobre Bruno Fuchs: “O Bruno tem uma característica bem específica. Quando chegou aqui estava claro que era um zagueiro de construção, de passe curto e longo, que precisava evoluir no aspecto de intensidade nos duelos. E ele evoluiu muito.”
  • Roberto Melo garantiu Odair no cargo. Ele vai permanecer.
  • O dirigente também revelou que Rodrigo Caetano vai na próxima terça-feira até a sede da CBF para ouvir o áudio do VAR na partida contra o Flamengo. O Inter quer explicações da arbitragem do Luiz Flávio de Oliveira.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque