Entre pro time

Inter

Presidente do Inter faz corneta por Grêmio na lanterna, mas sabe que seu time precisa confirmar evolução

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do presidente Alessandro Barcellos após o Gre-Nal:

  • Na avalição do clássico, pensa que, se tinha alguma equipe que merecia a vitória, era o Inter. Essa evolução precisa ser confirmada nas próximas partidas, mas a volta dos jogadores importantes mostra a capacidade do grupo de brigar por coisas grandes. Assim como contra o Corinthians, o Inter merecia a vitória.
  • Perguntado sobre a classificação no Brasileiro, respondeu que eles estão olhando pra frente, não vai olhar pra trás porque não está lá atrás. Finalizou a resposta claramente provocando o Grêmio, dizendo que tem gente que tem que olhar pra trás e tem gente que não tem nem pra onde olhar, porque não tem ninguém atrás. O Inter olha pra frente para chegar lá em cima.
  • Garantiu que o grupo de atletas e a comissão técnica estão se dedicando demais para sair dessa situação onde joga melhor fora de casa do que dentro de casa. Mas pediu para deixar a informação que o grupo tá fechado e a direção vê no dia a dia. A torcida pode não ver, mas a direção tá vendo isso.
  • Acha que o Inter tá muito bem servido de goleiros, tem uma safra muito boa de goleiros vindo da base.
  • A direção tá em busca de reforços, até porque sabe que, com a abertura da janela, vai ter assédio por atletas do Inter. Vendas poderão acontecer.
  • Assim como já tinha dito o vice João Patrício Herrmann na semana passada, lembrou que a questão física tá pesando muito neste Brasileirão. Tanto, que dos seis primeiros colocados no Brasileiro de 2020, apenas um se mantém na ponta nesta temporada (o Atlético-MG). De resto, todos caíram fisicamente.
  • A direção não abre mão de ter jovens no elenco. No jogo passado, dos 11 titulares, seis eram menores de 20 anos. Esse é o Internacional que ele quer construir para o futuro.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque