Entre pro time

Inter

O impacto que as demissões irão causar nas finanças do Internacional

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • A direção do Internacional demitiu 50 funcionários nesta quarta-feira, dia 07 de abril. Entre os nomes, estão o Iarley, que trabalhava na base, e o Fabiano, ex-atacante que trabalhava na captação de sócios. Saíram pessoas de todos os setores praticamente. Teve demissão do futebol feminino, passando pela assessoria de comunicação e outros setores.
  • Segundo Giovane Zanardo, CEO do Inter, estes cortes representam uma economia mensal de mais de R$ 1 milhão nos custos de folha salarial.
  • Ao todo, se somarmos as pessoas que já tinham sido demitidas de janeiro para cá, o Inter reduziu em mais de 60 pessoas o seu quadro de funcionários. Antes da pandemia, o clube tinha praticamente 400 trabalhadores. Agora, está na casa dos 300 colaboradores.
  • O próximo passo da direção está sendo renegociar contratos com fornecedores para reduzir o gasto com eles e também vai colocar de stand by algumas obras que precisam ser feitas, investimentos em estrutura, para poder ter mais fôlego e pagar as contas.
  • Se somarmos as reduções de agora, com a redução da folha salarial, que teve um corte de mais de R$ 2 milhões mensais (era de R$ 9 milhões e veio para R$ 7 milhões), vamos chegar a quase R$ 5 milhões de redução nos custos desde que a atual gestão assumiu.

Isso tudo está acontecendo por alguns motivos:

  • Os números da temporada 2020 serão divulgados em breve e vai ser oficial que o prejuízo, apenas na temporada passada, foi de quase R$ 90 milhões. A primeira projeção era de R$ 60 negativos, passou para R$ 80 milhões e agora tá beirando os R$ 90 milhões ao fim dos cálculos.
  • Como a pandemia segue castigando o Brasil e o mundo, a previsão é que o Inter vai perder R$ 40 milhões em receitas ao longo de 2021. Isso por coisas como a verba de bilheteria, que foi zerada com a falta de público.
  • Somando tudo isso, a dívida do Internacional será consolidada em R$ 600 milhões. Esse número foi confirmado pelo presidente Alessandro Barcellos em entrevista pra gente na Band. (valor já descontando a dívida da parceria com a BRIO pelo Beira-Rio).
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque