Entre pro time

Inter

Inter assina contrato de R$ 5 milhões

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

A partir do próximo mês, o Internacional contará com uma nova maneira de fazer o fornecimento de energia elétrica no Beira-Rio.

É um tanto complexo, mas o clube assinou um contrato de cinco anos em que passará a utilizar energias oriundas do mercado de energias livres no seu patrimônio.

Neste ano, ainda será a  CEEE que fará o sistema de distribuição desta energia. Só que eles apenas irão “entregar” a energia que, na verdade, estará sendo comercializada por uma empresa chamada Elektra.


A partir de 2020, entra em vigor um novo contrato, desta vez com uma geradora chamada de CEMIG.

Com isso a CEEE saí da jogada. E a CEMIG assume toda a responsabilidade de fornecer energia para o clube.

Mas o que isso representa?

Segundo cálculos do Inter, comprar energia desta empresa representará uma economia de R$ 1 milhão por ano.

Como o contrato é de cinco anos, a diretoria estima uma economia total de R$ 5 milhões só neste contrato.

Após muito estudo e oito empresas consultadas, uma empresa chamada Perfil foi contratada para acompanhar todo o processo.

Fui pesquisar um pouco do assunto e descobri que este mercado de energias livres foi criado no governo Fernando Henrique Cardoso e só é válido para quem gasta pelo menos 500 kw. Ou seja, quem tem uma conta de luz de R$ 60 mil mensais.

Isso faz tu não depender só da CEEE e comprar a energia de quem quiser, no local que tá mais barato. Como se fosse um produto em que tu escolhe qual supermercado vais comprar.

Resultado? Esta economia de R$ 1 milhão por ano.

Aqui no YouTube tem mais do Inter:

Facebook Comments

13 comentários

13 Comments

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque