Entre pro time

Grêmio

Renato não recua de declaração e indica otimismo no acerto com atacante de velocidade

Publicado

em

Divulgação

Na concentração em São Paulo, Renato deu entrevista para o Chico Garcia, repórter da Band. Aqui um resumo do que ele disse na conversa:

  • Não recuou em nada da entrevista de domingo sobre contratar atacantes rápidos. Disse que essa conversa ele já teve há uns dois meses com o presidente. O presidente sabe que ele é um cara chato, que quer vencer.
  • Fez isso também para tirar a pressão porque estavam achando que o Grêmio iria disputar tudo e não vai.
  • Sobre a entrevista que deu há um mês dizendo que iria disputar tudo, não retira o que disse também. Só que lá, tinha todo mundo à disposição. Agora, perdeu e viu que, desse jeito não vai dar. Tem que contratar.
  • Não combinou nada com ninguém. Falou o que veio na cabeça. Não conversou com os jogadores, mas ele está pensando no grupo, pensando no Grêmio. Esse é seu papel.
  • Confirmou que o Grêmio foi atrás do Rodrigo Muniz, do Moisés e do Michael. Explicou que falou com o Rodrigo Muniz, mas esbarrou na questão financeira e a família não quis voltar.
  • Estava muito otimista com Michael, dizendo que fala com ele todo o dia, deu risada e falou que falta só a janela abrir. Dando a entender que tá tudo acertado, faltando apenas o tempo passar para formalizar.
  • Suárez não foi para São Paulo por um pedido seu. Ele conversou com o jogador e falou para preservar por conta do desgaste, de jogar muito tempo, pois não consegue nem tirá-lo antes dos jogos para poupá-lo. E, como lá em São Paulo tem até o gramado sintético, achou melhor segurar.
Facebook Comments
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque