Entre pro time

Grêmio

Renato escancarou pra todo mundo ver que o Grêmio não é afim de ganhar o Brasileiro

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

  • Na minha visão, é impossível analisar a partida sem responsabilizar o Renato pelo empate. Motivo? Ele poupou meio time, sendo que o elenco teve quatro dias de folga na virada do ano, que foi há cinco dias, e o próximo jogo será apenas na sexta-feira que vem. Fora isso, os caras foram em voo fretado para Fortaleza, com todo o conforto. Não tem justificativa alguma na minha maneira de analisar a situação.
  • Lembrando que Victor Ferraz e Alisson são titulares, jogaram, mas estão voltando. Ou seja, claramente abaixo no ritmo de jogo ainda. Não tem como achar que isso não impacta.
  • Também preciso falar do gol anulado do Pepê. Embora eu também esteja entre aqueles que, no olho, acredite que o Pepê estava na mesma linha, tem o VAR ali justamente para isso. Se os clubes pagam uma fortuna pra ter o VAR, então, é preciso acreditar na tecnologia. Essa é a postura que eu resolvi adotar. A menos que a gente tenha uma prova real que houve um erro, a única saída é dar crédito pros caras.

Matheus Henrique está há um bom tempo com jogadas muito previsíveis – Lucas Uebel/Grêmio

  • Dito isso, preciso passar para os jogadores. E o primeiro é Matheus Henrique. Incrível como o futebol dele virou burocrático. Quanto tempo não vimos uma jogadaça dele. É só passe pro lado ou previsível. Não sei o que houve, mas tá mais que na hora de ver que o jogo dele ficou improdutivo.
  • Pepê fez o golaço que estava impedido. E esse lance mostra que, por óbvio, ele ainda tem bola no corpo. Não tem como ter entrado em uma má fase em tão pouco tempo. Só que também estamos todos vendo que faz algum tempo que ele não é mais o cara decisivo de antes. Difícil não achar que o Pepê tá com a cabeça na Europa. Ainda mais depois da declaração do Renato na coletiva passada. Se é que ele vai ficar, precisa voltar a focar aqui. Tá distante…
  • Pinares e Churín são uma usina de vontade. Não dá pra cobrar falta de empenho. Só que não tem como comparar ambos com Jean Pyerre e Diego Souza. Isso que o Jean anda jogando menos que sabe nas últimas partidas. Porém, ambos mostram que o time caiu de patamar por jogar com reservas.
  • Ferreira demorou pra entrar. Mas quando entrou, pelo menos tentou algo diferente. Ele é o cara que vai pra cima em todas. Insisto que ainda precisa ter um aproveitamento melhor nas jogadas, mas foi um dos poucos que ousou em campo.
  • O resultado disso tudo é que o Grêmio fica na quinta colocação e pode terminar a rodada com 10 pontos de distância pro líder São Paulo. Na melhor das hipóteses, se todo mundo perder, serão sete pontos de diferença. Gente, é muita coisa.
  • Não sei você, mas eu não vejo nenhum indicativo que o Grêmio dará uma arrancada surpreendente a ponto de ganhar o Brasileirão. Quem joga com time misto após quatro dias de folga e com jogo apenas na sexta, não tá afim de ganhar o Brasileirão.

Pepê não conseguiu ser decisivo novamente – Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque