Entre pro time

Grêmio

Renato fala do VAR, dá sua versão para os titulares fora e relata nova conversa com Pepê

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do Renato:

  • Acha que o VAR traça as linha se viram que estava impedido. Foi um detalhe, o mesmo do Gilberto na Arena. Estava impedido. Não tem o que fazer.
  • Ficou satisfeito com o que o time apresentou. Eles foram muito bem e criaram as melhores oportunidades. Competiram bem e buscaram o gol o tempo todo. O mais importante de tudo foi a atuação. Acha que eles ainda estão brigando pelo título.
  • Não existe preservação. Se o jogador não está em campo, ele sabe o que tá fazendo. Eles jogaram uma partida dificílima na quarta e, se alguns jogadores não estão em Fortaleza, tem seus motivos. E estes motivos não serão falados para a imprensa. Se um jogador não tá jogando, é porque tem dados científicos e ele não é maluco de colocar um jogador sabendo que vai arrebentar ele.
  • O torcedor pode ficar tranquilo que todos os jogos são jogados com força máxima, desde que os atletas tenham condições. Se algum jogador não tá em campo, é porque não tem condições.
  • Um dos temas da preleção é que eles tinham a oportunidade de dormir na vice liderança. E agora a sequência é contra times que vão brigar pelo título, seja Palmeiras, Atlético-MG e depois o Inter. Todos brigando pelo título. Estas partidas até não vão definir o campeão, mas vão definir bastante coisa.
  • Contou que chamou o Pepê na quinta-feira para conversar. Falaram por 20 minutos e deu vários conselhos pra ele e o Pepê concordou com todos os conselhos. Uma das coisas que falou é pra ele ter calma, muita calma, porque ainda tem dois meses de competições, após isso, quando chegar proposta, o empresário senta e se acertam. Ele esperou um bom tempo, não custa nada esperar mais dois meses.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque