Entre pro time

Grêmio

Rafinha já viveu situação igual no Flamengo e indica como tá o vestiário do Grêmio

Publicado

em

Reprodução

Na coletiva oficial da Conmebol, o lateral Rafinha contou que a situação que tá ocorrendo agora, já aconteceu com ele em 2019, quando voltou para o Brasil.

Foi o Abel quem solicitou sua vinda para o Flamengo, mas quando ele chegou, estava o Jorge Jesus. Agora, a mesma coisa, Renato o contrato e logo depois veio a troca.

Ele confirmou que foi uma semana bem turbulenta para os jogadores, mas aproveitou para elogiar o Thiago Gomes. Mesmo novo, ele fez milagre na semana de trabalho.


Falou que uma das suas missões no vestiário é “segurar o pézinho” dos jovens quando as coisas estiverem muito boas, pra não deixar ninguém “flutuar”. E, nos momentos difíceis, vai encorajar todo mundo.

Fechou a coletiva garantindo que não existe instabilidade emocional por conta das expulsões recentes. Futebol sul-americano é muito pegado, muito contato. Faz parte. Não pode criticar ninguém. Só tem que servir de aprendizado pra não ter mais expulsões.

“Tem muitos jogadores inteligentes aqui, essa palavra ‘problema’ aqui no nosso ambiente tá fora, não vamos deixar entrar não, só vamos pensar em coisas boas.”

Rafinha foi titular na Copa Sul-Americana – Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque